PAICV não vai aprovar OGE apresentado pelo Governo

12/07/2016 03:08 - Modificado em 12/07/2016 03:08

orçamentoPara o PAICV, a “frustração começa a instalar-se no meio da população e dos operadores económicos com a proposta do Orçamento Geral do Estado para 2016”, conforme o dirigente do partido, António Fernandes. Este acrescenta que a proposta de Orçamento apresentado pelo Governo e que vai ser analisada no Parlamento durante a próxima sessão, vem agravar os principais indicadores económicos e levantam uma preocupação sobre o crescimento económico.

Isto ao afirmar que o Governo do MpD herdou “um quadro económico estável”, embora “tenha dito que a situação é mais difícil do que se pensava”, sintetiza António Fernandes. A afirmação de que a situação é mais grave do que se pensava, para Fernandes, não é “nada de mais falso”.

“O Orçamento não aponta metas para a criação de emprego e isto pode ser o prenúncio da desresponsabilização das promessas eleitorais. Neste Orçamento, existe uma ausência de diálogo social sem apresentação ao conselho de concertação social”.

Ainda sobre o Orçamento, prediz um aumento da dívida pública, “outrora muito criticada pelo MpD”. Para o PAICV, este argumento marca uma falta de sintonia entre o discurso do Governo em relação à prática, “na mesma lógica de despartidarização da dívida pública”.

  1. CidadaoCV

    Pois é … isto não é notícia. É sempre assim, oposição nunca aprova o OGE. Grande noticia seria se o PAICV declarasse publicamente que vai aprovar o OGE …

  2. O Paicv enquanto, se continuar nestes tipos de discursos vai ficar um longo tempo na oposição, porque ainda continua contra o veredicto do povo sempre em contra mão, senão vejamos como é possivel no espaço de dois meses este partido todos os dias vem pedindo contas ao novo Governo recém-empossado, como dizem os eleitores este partido Paicv vem cobrar agora, o que não fizeram durante 15 anos e pelo andar da carruagem ficará na oposição largos e largos anos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.