A Associação dos Diabéticos promove campanha de despiste nos Centros de Saúde de SV

7/07/2016 03:09 - Modificado em 7/07/2016 03:09
| Comentários fechados em A Associação dos Diabéticos promove campanha de despiste nos Centros de Saúde de SV

diabetesDurante os dias 06 e 07 de Julho, as pessoas com sessenta ou mais anos de idade podem dirigir-se a qualquer Centro de Saúde da ilha para fazerem o despiste da diabetes. Por ser uma faixa etária com maiores riscos da diabetes e enquadrada no mês da terceira idade e seus cuidadores, a Associação dos Diabéticos da ilha entendeu promover uma campanha de despiste da doença em todos os Centros de Saúde. A patologia da diabetes tem aumentado consideravelmente e o objectivo é diminuir o número de incidência.

A Associação de Diabéticos da ilha do Monte Cara, em parceria com os Centros de Saúde, tem em curso desde o dia 06 e até ao dia 07, uma campanha de despiste da diabetes. A iniciativa é dirigida a todas as pessoas com mais de sessenta anos, portanto, a uma faixa etária de maior risco tendo em conta a diminuição da função de determinados órgãos.

Maria da Conceição de 63 anos, reside na zona de Fonte Francês e ao ouvir falar da campanha deslocou-se ao Centro de Saúde de Monte Sossego, onde diz ter sido bem atendida. A mesma diz ter ficado alegre, uma vez que foi informada que não é uma pessoa diabética, mas considera importante saber como está a saúde, pois na sua idade, as doenças são mais frequentes e nem sempre se consegue um diagnóstico precoce.

João que diz ser hipertenso e diabético crónico há vários anos, partilha da mesma opinião e acredita no ditado “mais vale prevenir do que remediar”. Satisfeito com a iniciativa, o entrevistado apela por uma maior frequência, pois considera importante para diminuir ou prevenir a doença, uma vez que as consultas e os medicamentos são dispendiosos e as condições financeiras não facilitam.

A campanha veio no âmbito do mês do idoso e dos seus cuidadores. O objectivo é diagnosticar precocemente a doença podendo evitar complicações maiores.

O Presidente da Associação dos Diabéticos da ilha de São Vicente, a médica Carla Guiomar, acredita que é possível diminuir a doença educando a população e incidindo na importância do rastreio, sobretudo nas pessoas com familiares que sofrem da patologia. Apesar dos dados apontarem para o aumento do número de pessoas com diabetes, a médica acredita ser possível reduzir e prevenir a incidência.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.