Nova administração da ULCV perspectiva alterar o panorama do Ensino Superior em CV

4/07/2016 08:41 - Modificado em 4/07/2016 08:41

lusofona

A Universidade Lusófona de Cabo Verde inicia mais ano lectivo com um novo corpo administrativo e promete, nos próximos anos, alterar positivamente o panorama do Ensino Superior em Cabo Verde. A nova equipa pretende reestruturar a instituição de modo a proporcionar maior qualidade na prestação dos serviços, apostando nos recursos humanos, tirando maior partido do espaço e ligar os alunos ao mercado do trabalho. A instituição de Ensino Superior aposta ainda numa oferta formativa bastante atractiva e num corpo docente qualificado.

Com uma vasta oferta formativa, a Universidade Lusófona de Cabo Verde deu início ao período de candidatura de novos alunos para o ano lectivo 2016-2017, contando com uma nova equipa na administração formada pelo Administrador Engenheiro António Montenegro Fiúza e pelo Professor Engenheiro Luís Miranda Colaço.

A nova administração acredita trazer na bagagem projectos inovadores capazes de transformar os objectivos em realidade apostando, sobretudo, no potencial dos recursos humanos, num corpo docente qualificado, no melhor aproveitamento do espaço físico existente de forma a servir a comunidade e promete, nos próximos anos, alterar positivamente o panorama do Ensino Superior no País.

À semelhança de outras instituições de ensino em Cabo Verde, a nova equipa de administração admite dificuldades e afirma estar em fase de criação de estratégias de angariação de novos recursos, o que implica algumas mudanças.

De acordo com Lenilda Brito, Assessora de Administração da ULCV, uma das preocupações da nova equipa passa também por ligar os alunos ao mercado do trabalho uma vez que, geralmente, os recém-licenciados parecem estar divorciados do mundo exterior, portanto, é necessário criar uma simbiose entre o aluno e o mercado do trabalho.

Uma das grandes apostas passa pela diversidade de oferta formativa nos pólos do Mindelo na ilha de São Vicente e da Praia, Santiago. Para o presente ano lectivo os novos alunos podem escolher entre os cursos de Arquitectura e Urbanismo, Ciências da Comunicação, Contabilidade e Administração e Auditoria, Design, Engenharia Informática, Gestão de Segurança, Línguas Aplicadas, Ciências da Educação, Serviço Social, Psicologia, Gestão de Empresas e Gestão de Empresas Turísticas e Hoteleiras e uma dupla licenciatura em Gestão e Direito.

A assessora garante terem realizado um trabalho de planeamento rigoroso para cada uma das unidades curriculares. A nova administração aproveita para esclarecer a sociedade que realmente a Universidade esteve num período de carência e que, para além das dificuldades e dos boatos, a Universidade Lusófona está de pé, não vai fechar, pois encontra-se num período de realizações, numa fase de expansão com cursos de estudos superiores personalizantes a funcionar em diferentes ilhas do País tanto na cidade da Praia como no Mindelo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.