MpD: “pretendemos corrigir a acentuada deriva que o PAICV deixou na Administração Pública”

1/07/2016 08:06 - Modificado em 1/07/2016 08:06

palacio governoA despartidarização da Administração Pública esteve em evidência no retorno do Parlamento aos trabalhos da Assembleia Nacional. Os partidos, principalmente o MpD e o PAICV, têm esgrimido argumentos sobre a questão com acusações e contra acusações sobre a forma como o Governo tem lidado com a situação. Os dois partidos, nas suas intervenções políticas, bateram na mesma tecla, mas com visões diferentes.

Para Emanuel Barbosa, deputado do MpD, a Administração Pública foi posta em causa com a escolha de dirigentes partidários do PAICV. “Porque o PAICV queria resgatar práticas vividas no passado promovendo clientelismo e inserindo sérias distorções na concepção democrática da Administração Pública, pondo em causa a sua eficiência e a satisfação das necessidades colectivas”.

Para o MpD, a democracia foi manchada e, neste sentido, o partido pretende corrigir a “acentuada deriva que o PAICV deixou na Administração Pública”. Anuncia que o Governo vai escolher novos dirigentes públicos e, assim, ganhar “uma nova Administração Pública, cotada e parceira, com a missão de servir a República”.

A Presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, não partilha da mesma linha do MpD. “Outra questão é o MpD que acusa o PAICV de ter partidarizado, e sabemos que não é verdade, mas prometeram fazer diferente. O povo votou em vós para fazerem diferente; estamos à espera”.

A líder do PAICV afirma ainda que despartidarizar não é colocar nos conselhos de administração apenas os membros do partido que já não têm o cartão de militante. Ou, ainda, colocar pessoas na prateleira, o que tem acontecido com muitos quadros cabo-verdianos.

  1. PraiaMaria

    A Administração Pública está excessivamente partidarizada – Admitiu PM, José Maria Neves .15/05/15) .

  2. josé CARLOS

    O MPD TEM RAZÃO NO QUE ESTÁ A FAZER. SOMENTE TERÁ DE COLOCAR PESSOAS COM COMPETENCIA E QUE SEJAM HUMILDES. ESTAMOS FARTOS DOS ADMINISTRADORES DO PAICV. SR. ULISSES LEMBRA QUE FALTA TROCAR OS ADMINISTRADORES DA AGENCIA MARÍTIMA. SE NÃO FOREM TROCADOS JÁ OS FUNCIONÁRIOS PENSARÃO EM FAZER GREVE. QUEM É TOY CRUZ? PESSOA COM DOCUMENTO FALSO. QUEM É ANSELMO FONSECA UM FINANCEIRO DE MEIA TIJELA QUE DEIXOU UMA TESOUREIRA DAR UM BOM GOLPE NA AGENCIA MARÍTIMA. QUEM É KALAS (CARLOS GRAÇA) QUE NEM CONHECE UMA PISTOLA. TODOS FORAM COLOCADOS NA AGENCIA MARÍTIMA A TROCO DE FAVORES PORQUE SÃO TODOS DO PAICV. AGORA ESTÃO TODOS COM MEDOS DE SAIREM. SEJAM HOMENS E VÃO PARA CASA, DEIXAM OS FUNCIONÁRIOS TRABALHAREM EM PAZ. AINDA NEM TEM VERGONHA DE DIZER QUE OS FUNCIONÁRIOS DA AGENCIA MARÍTIMA SÃO PREGUIÇOSOS. DEVIAM PASSAR NA AGENCIA QUANDO OS FUNCIONÁRIOS RECEBIAM MENOS DE 30 MIL ESCUDOS POR MES. TODOS OS FUNCIONÁRIOS VOS ODEIAM COMO PESSOAS E COMO PSEUDO-PROFISSIONAIS.

  3. roxana aguilera

    Pq os 240 000 esc x mes (B.O) a Francisca Iniocencio ? Ela nem especialista de 2 grau , nem DESEMPENHO Profesional q possa CONTRADIZER este escrito, ela passou estes 3 mandatos a fazer Tours Inter ilhas , e no HBS quando levava o corpo grande esse q tem ao envez de TRABALHAR : fazer Consultas o Cirugias (não falo de Pterigios ,esso e’ cirugia MINIMA) fazia “vida social” noutros servicios com a mascota sempre. De onde esta sustentado esses 240 000 mensal ???Certamente o novo Gov tem muitas derivas (ILEGALIDADES) do Gov DERROTADO

  4. roxana aguilera

    A nova PCA/HBS e’ Dra Ana Brito ESPECIALISTA em MEDICINA INTERNA, q foi ELEGIDA por medicos q tem moral no trabalho . ela não tem partido .A diretiva anterior alem de PARTIDARIA era CUNHA e Bluff (mentirosas) mentira ate repetida pela Ex ministra numa interpelação sobre queixas e denuncias contra elas. Assim as coisas va a despartiriização na SAUDE. . O tempo das Cunhas ACABOUUU Foraaaa!!

  5. Francisco andrade

    para quando a substituição dos diretores dos Liceus de cabo Verde?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.