Olavo Correia: “compromissos irresponsáveis do anterior governo condicionam OGE”

30/06/2016 09:02 - Modificado em 30/06/2016 09:02

EscudosO ministro das Finanças e da Administração Pública disse que o Orçamento Geral do Estado que foi apresentado para o resto de 2016 não é o que o seu governo gostaria ter apresentado. E atira as culpas para o anterior governo que no seu entender “assumiu compromissos, alguns de forma irresponsável, que condicionam a execução do OGE”.

Correia Silva defende que os erros do governo de JMN  deixou o actual governo um contexto económico e financeiro sem espaço fiscal, de estagnação económica e de deflação. Conclui que “O governo herdou um país difícil na sua situação financeira“. Explicou que o pagamento das dívidas de empresas como os TACV ou com o projecto Casa Para Todos  vão consumir recursos que poderiam ser aplicados na educação, saúde, segurança, estradas, e que é dentro desses condicionalismos que se enquadra o OGE.

Este orçamento ronda os 60 milhões de contos, sendo 40,1 milhões para funcionamento, 19,5 milhões para investimentos. O  governo prevê  um crescimento  entre 3,5  a 4,5 %.

  1. bom saber

    entao o sr olavo que ha um ano aparecia semanalmente em conferencia de imprensa a falar sobre a situação economica do pais nao conhecia a real situação financeira do pais? bom saber

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.