HBS sem data para marcação de exames de mamografia

13/06/2016 08:15 - Modificado em 13/06/2016 08:15
| Comentários fechados em HBS sem data para marcação de exames de mamografia

mamografiaFalta de marcação de exames de mamografia no Hospital Baptista de Sousa deixa utentes indignados. Apesar das garantias na retoma das marcações, a unidade hospitalar não dispõe de uma data para iniciar as marcações.

O Hospital Baptista de Sousa continua sem marcações de exames de mamografia apesar da direcção ter garantido a retoma das marcações. De acordo com a Directora Sandra Monteiro, não havia técnico radiologista, mas o problema deveria ser resolvido em meados do mês de Maio com a chegada de um radiologista. No entanto, alguns utentes dizem-se indignados com a situação, pois apesar do anúncio público não existe data para o início das marcações.

Após vários meses sem realizar exames de mamografia por falta de aparelho, o Hospital Baptista de Sousa conseguiu instalar um aparelho de mamografia na sequência de uma parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian e o Rotary Club do Mindelo.

Numa entrevista concedida à TCV em Maio do corrente ano, a direcção do Hospital Baptista de Sousa garantiu que as marcações dos exames deveriam iniciar em meados do mês de Maio, uma vez que estava prevista a chegada de um técnico radiologista.

Contudo, apesar do laboratório de realização de exames de mamografia se encontrar totalmente equipado com aparelhos novos e das garantias da direcção quanto à retoma das marcações, os utentes continuam descontentes com a paralisação do serviço.

Junto dos funcionários apurámos que apesar da sala estar totalmente equipada, a porta continua fechada e não há data para a retoma das marcações,

Eugénia, uma mulher de 56 anos, residente na zona de Ribeira de Vinha diz sofrer de fortes dores nos seios e que há mais de cinco meses que aguarda pela marcação de um exame de mamografia. A entrevistada diz ter perdido as contas das vezes que se deslocou ao hospital na tentativa de conseguir a marcação, mas sem sucesso.

Lara que também se encontra na mesma situação, avançou ao NN que o tipo de exame é bastante dispendioso, não tendo possibilidades financeiras para a sua realização em clínicas particulares, é obrigada a aguardar pelo agendamento do HBS.

Ciente das consequências da falta de diagnóstico precoce, a mesma apela pela urgência na resolução do problema, pois são várias as mulheres à espera da retoma das marcações.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.