Trabalhadores da extinta empresa Água Linda reclamam a falta de pagamento dos salários

8/06/2016 08:42 - Modificado em 8/06/2016 08:42
| Comentários fechados em Trabalhadores da extinta empresa Água Linda reclamam a falta de pagamento dos salários

salarios em atrasoA empresa Água Linda em Ponta do Sol, Santo Antão, fechou as portas há alguns anos tendo os funcionários ficado por receberem vários meses de salários. Ainda assim, há dois vigilantes que ainda continuam a assegurar a vigilância do local. Os trabalhadores dizem passar por dificuldades e apelam resolução do problema que os aflige há vários anos.

De portas fechadas, trabalhadores de braços cruzados à espera de receber os salários em atraso, dois vigilantes sobreviventes da empresa Água Linda em Ponta do Sol, ilha de Santos Antão extinguida há cerca de dois anos, denunciam condições precárias e apelam para a resolução do problema.

Segundo Cândido, desde 2014 que a empresa mostrou dificuldades no pagamento dos salários, até o momento contam com mais de um ano de atraso e consequentemente sem direito a protecção social. Foram várias as diligências feitas para reaverem os direitos mas sem sucessos devido a falta de condições financeiras para recorrem a advogados.

Após anos sem verem a cor dos salários, Cândido Marcelo, um dos dois vigilantes ainda afecto diz que apesar da empresa estar extinguida contínua a trabalhar e que há cerca de oito meses que Câmara Municipal de Ribeira Grande, sensibilizou-se e resolveu arcar com o pagamento dos salários dos dois restantes funcionários.

Apesar de alegar problemas de saúde, Cândido diz que vai aguentando pois apesar das variadas dificuldades é a única fonte de rendimento e sustento para a sua família.

O entrevistado que afirma que não há quaisquer condições de trabalho, não há água nem electricidade no local, para além do incumprimento no pagamento da INPS que lhes deixam imensa falta.

Na falta de cumprimento por parte da empresa Água Linda e sem saber por onde recorrer os trabalhadores apelam a intervenção do Governo na resolução do problema pois a situação os obrigam a viver momentos de duras necessidades.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.