Trabalhadores da Cabocem recebem parte dos salários em atraso

4/09/2012 01:20 - Modificado em 4/09/2012 01:21
| Comentários fechados em Trabalhadores da Cabocem recebem parte dos salários em atraso

 Os trabalhadores da fábrica de cimentos Cabocem, na cidade do Porto Novo, receberam parte dos três meses de salários em atraso. Os 23 operários receberam um mês de salário e 25% dos restantes meses. E das revindicações exigidas a administração da empresa falta restabelecer o transporte à fábrica e entrega de equipamentos de trabalho.

A administração da Cabocem, fábrica de cimento pozolânico atendeu a revindicação dos trabalhadores para o pagamento dos três meses de salários em atraso. Depois de realizarem uma greve de dois dias por estarem a viver em situação de penúria, os 23 operários viram uma luz no fundo do túnel.

É que a administração da Cabocem arcou com as suas responsabilidades no pagamento de um mês de salário e 25% dos restantes dois meses. Com esta decisão o Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão, em conciliação com os trabalhadores, decidiu suspender um pré-aviso de greve, que iria inicia-se a10 de Setembro.

Por ora, os operários esperam que a empresa restabeleça o seu transporte para à fábrica, uma vez que percorrem todos os dias à pé cerca de 5km para chegarem as instalações da unidade fabril. Mas também o fornecimento de materiais de trabalho, porque trabalham   sem luvas, botas, boquilha, entre outros equipamentos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.