PJ vai investigar tentativa de atropelamento ao juiz Antero Tavares

30/05/2016 07:10 - Modificado em 30/05/2016 07:10
| Comentários fechados em PJ vai investigar tentativa de atropelamento ao juiz Antero Tavares

PJO caso da tentativa de atropelamento ao juiz Antero Tavares, ocorrido na sexta – feira, as 21 horas, à porta do tribunal de São Vicente, já foi enviado pela Polícia Nacional para o Ministério Público. E a PJ vai ser chamada para investigar ao caso para apurar o que aconteceu. Conforme o NN tinha noticiado o juiz do primeiro juízo crime do Tribunal de São Vicente reagiu ao que aparenta ser uma tentativa de atropelamento ou de intimidação, perseguido o motorista e fazendo dois tiros para o ar.

O NN que passava no local apurou que o juiz Antero Tavares parou o seu carro junto ao passeio à frente do Palácio da Justiça e quando ia atravessar a rua, uma viatura de cor cinzenta metalizada foi na sua direcção obrigando o juiz a abrigar-se no seu carro para não ser atingido. O juiz mandou o carro parar, mas o motorista não obedeceu o que obrigou Tavares a correr atrás do carro. Ao chegar a esquina da rua do Côco fez dois disparos para o ar, mas o condutor não parou e contornou a rotunda à frente do restaurante Chez-Loutcha e seguiu em direcção à Ribeira Bote.

O juiz voltou, pegou no seu carro e encetou a perseguição a viatura, mas agora, acompanhado do seu guarda-costas. Depois chegou o Corpo de Intervenção que foi atrás do carro do Juiz e mais tarde um piquete da BAC que passou a acompanhar o juiz.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.