“Chineses” impõem regras: é permitido meter as mãos nos bolsos dos clientes

4/09/2012 00:51 - Modificado em 4/09/2012 00:52

A maioria dos donos das lojas chinesas impõe as suas regras aos consumidores. E uma dessas regras impõe que não fazem devoluções. Mas em português isso significa “ roubar à descarada”, e pior: impor regras no estilo “venha a nós” que acabam por ser, na prática, pouco menos do que meter as mãos nos bolsos dos consumidores

Não é novidade para ninguém que os produtos vendidos pelos “chineses” não têm qualidade, mas a novidade é que Joana Ferreira, de 39 anos, residente em Lombo de Tanque, comprou um sapato num chinês e meia hora depois foi trocar porque este já tinha- se estragado. Depois de andar meia hora na cidade do Mindelo o sapato estragou ”comprei o sapato e em menos de meia hora o sapato já estava todo estragado”.

Joana resolveu ir a loja onde comprou o sapato e reclamar outro sapato ou o dinheiro. Meteu-se num saco de lacraus, visto que aos donos das lojas de chineses impõem as suas regras aos consumidores. E uma dela é “ não devoluções”, mesmo quando se prova que o defeito do produto ou o problema verificado não é da responsabilidade do comprador. Outra regra que a maioria impõe é má-criação com que brindam quem reclama. E foi o que aconteceu com Joana que ao reclamar foi chamada de mentirosa. Da discussão que teve com o “ chinês “ ficou a saber que não ia nem receber outro sapato, nem os 500 escudos que pagou. Joana acabou por deixar o sapato na loja porque “não precisava de um sapato todo estragado para pagar mais dinheiro para concerta-lo“

Questionada pelo NN porque não reclamou na ADECO, ela afirma que “ não vou reclamar por causa de 500$00, há muitas pessoas que ficaram com mais dinheiro de perda e não reclamam, as pessoas vão dizer que estou a chorar 500$00”.

O NN contactou o chinês, dono da loja, mas este disse que as pessoas têm que ver os produtos que compram porque não aceitam devoluções e isso é uma regra da loja. Mas em português isso significa “ roubar à descarada”, e pior: impor regras no estilo “venha a nós” que acabam por ser na prática pouco menos do que meter as mãos nos bolsos dos consumidores.

 

  1. ml

    Até chines ja te manda na Soncente

  2. Cidadao

    eu, uma vez comprei um relogio numa loja de chineses em s.vicente, quando cheguei em casa jà nao funcionava. fui ter com os da loja e nao queriam dar-me o meu dinheiro, deitei o relogio là em cima do balcao e voltei o rosto para outro lado. quando eles viram que se nao me dessem o meu dinheiro ia acontecer o fim do mundo me lo deram, entao estamos brincado ou como? là no Pais deles que tem ate pena de morte!

  3. Aldair Rocha

    Ao meu ver acho que cabe e compete ao governo criar um instituto ou sistema de controlo da qualidade dos produtos que cá vem ou se vende mas principalmente as lojas chinesas porque estes acham porque somos pretos somos burros mas nao é bem assim é que optamos á eles conforme as nossas posssibilidades e ao nosso nivél de vida ,ciente de que também é uma causa de todos e nao de uma pessoa como cidadao onde entra a ADECO…mas pergunto onde acçao da IGAE nessa vertente!!!Obrigado.

  4. Anonymous

    IGAE só incomoda nacionais. Nada de mexer com os chineses ou algum outro estrangeiro. Mentalidade esclavagista que não acaba nunca mais.

  5. Eduardo Oliveira

    Sucedeu-me comprar uma valise média, num chinês, para uma viagem de pouca duração na Europa. Sabia que não era material para durar muito mas queria ser servido de imediato e não queria recorrer a amigos.
    Minha gente, quando fui retirar a bagagem que viajou no avião uma das rodas tinha desaparecido. Penso que a ADECO deve ajudar os que necessitam de pequenas “grandes” ajudas que acontribuem para a erradicação de abusos e roubos descarados.

  6. Rosa

    O chinês nos rouba e o Estado nos deixa à própria sorte. Devem dizer “porque vão ao chinês”. Muitas vezes é onde o nosso bolso pode nos livar.

  7. Sandra

    Isso chama se abuso e muito àbuso mesmo podi gosi chines créé gouverna cabo Verde Td es k tene mesmo d pessima qualidade. À 2anos nbai cv compra crème ntchiga casa Era metade agua nbai réclame es fla nao ma mi k poi agua mas réclama t kes dan Nha 300 monti vovo tchiga compra peixe cu mandioca!!!

    Mossinhos pior Es refusan 10 ston!!!!! É mundo es fica cu falta pamodi cusa kn précisava nleba pamodi es flan ma des ston m d pedra kakakaka sta pa chinoka mas es contra cu badia

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.