Juiz Antero Tavares reage a tentativa de atropelamento disparando tiros para o ar

27/05/2016 07:52 - Modificado em 27/05/2016 08:20

sirene policiaO juiz do primeiro juízo crime do Tribunal de São Vicente reagiu, ontem por volta das 21 horas, ao que aparenta ser uma tentativa de atropelamento ou de intimidação, perseguido o motorista e fazendo dois tiros para o ar.

O NN que passava no local apurou que o juiz Antero Tavares parou o seu carro junto ao passeio à frente do Palácio da Justiça e quando ia atravessar a rua, uma viatura de cor cinzenta metalizada foi na sua direcção obrigando o juiz a abrigar-se no seu carro para não ser atingido. O juiz mandou o carro parar, mas o motorista não obedeceu o que obrigou Tavares a correr atrás do carro. Ao chegar a esquina da rua do Côco fez dois disparos para o ar, mas o condutor não parou e contornou a rotunda à frente do restaurante Chez-Loutcha e seguiu em direcção à Ribeira Bote.

O juiz voltou, pegou no seu carro e encetou a perseguição a viatura, mas agora, acompanhado do seu guarda-costas. Depois chegou o Corpo de Intervenção que foi atrás do carro do Juiz e mais tarde um piquete da BAC que passou a acompanhar o juiz.

Até por volta das 24 horas a PN ainda não tinha localizado a viatura.

  1. Figeuiral

    Será que ninguém anotou a matrícula do carro do suposto criminoso? Sem dúvida um dado importante na localização, pelo menos do dono da viatura e que facilitaria bastante a investigação.

  2. Mindelense

    Tendo sido uma tentativa frustrada, e não se verificando após essa situação qualquer risco contínuo para a sua integridade física, o Sr. Juíz, não podia e nem devia “dar” uma de agente de autoridade e encetar uma perseguição ao criminoso. Aliás, se ele entende capaz de, ao mesmo tempo ser Juiz e Polícia, ele deveria abdicar do seu segurança. Mas para quem vive em São Vicente e o conhece muito bem o Sr. Juiz, esta atitude a la Batman em nada nos espanta. Agora, nunca deve se esquecer que a sua capa negra de Batman só lhe serve dentro dos tribunais… na rua, a “justiça” deve ser deixada nas mãos da Polícia que tem preparação e competência para isso. Mas graças a Deus que nada de mal lhe aconteceu.

  3. João Carmo

    Hermes Soares, tentas-te dizer alguma coisa? é que a tua combinação de opiniões esta toda atrapalhada. Calado eras um poeta. Sinceramente, ha pessoas que tentam chamar a atenção ridicularizando a sua propria cara.

  4. Nivas

    concordo plenamente meu caro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.