Sal: Confirmado assalto e roubo de um quilo de cocaína na instalações da PJ

26/05/2016 07:04 - Modificado em 26/05/2016 07:04

Cocaina1O jornal ASemana online que citando ” fontes não identificadas ” tinha desmentido a notícia deste online que houve um assalto nas instalações da PJ de onde os assaltantes levaram um quilo de cocaína , vem agora confirmar a nossa notícia ao escrever: “As investigações preliminares confirmaram que um quilo de cocaína foi roubado da Arrecadação da Polícia Judiciária no Sal, informam fontes do asemanaonline.

Os ladrões tentaram esconder o roubo queimando os restantes três quilos, mas as chamas não se propagaram, ou seja, sequer chegou à droga, que ficou intacta, revela ainda as nossas fontes. “A mesma confirma que o nosso online estava certo quando afirmou que os assaltantes escreveram nas paredes da arrecadação da PJ “foi fácil demais”.

Assim cai por terra a tese de curto-circuito defendido pelo ASemana e as suas ” fontes”.

Continuamos à espera da confirmação oficial.

  1. Este é o meu Jornal Noticias do Norte que publica noticias que vai de encontros aos leitores isto é, fonte certo. Enquanto que a Semana publica uma noticia, as vezes a escrita do jornalista deixa muito a desejar sem conteúdos certo e às vezes sem cabimentos, tenho reparado às vezes viagem em noticias repetitivas.

  2. Ludgerdo Ferreira

    Não é preciso ser especialista em investigação criminal para se chegar à conclusão que se trata de um crime com colaboração de pessoas ligadas a esta esquadra.
    Outra coisa não seria de esperar. Como se explica que muitos simples policias com um salário que na maior parte das vezes não ultrapassa os 50 contos mensais estejam em posse de carros de luxo e casarões, vão de de férias para a Europa, América, etc, etc,.

    Parece que já é tarde demais para estancar o avanço e a infiltração da criminalidade organizada e internacionalizada em Cabo Verde a algumas pessoas da sociedade na conquista do seu espaço.

    Os criminosos estão infiltrados a todos os níveis da sociedade cabo-verdiana a começar na esfera social e depois alargando-se na esfera profissional e também noutras esferas mais sensíveis e cruciais para a sobrevivência do Estado democrático.

    Todos nós conhecemos indivíduos neste País especializados em socorrer pessoas que se encontram com problemas financeiros em especial com a chegada da crise financeira. Não se trata na maior parte das vezes de um gesto de solidariedade mas simplesmente uma compra de consciência. E lentamente com a ganância e um consumismo e materialismo desenfreado que tomou conta de nós, os criminosos vão corrompendo pessoas a todos os níveis e tomando as rédeas deste País.

    Quantos estabelecimentos comerciais e empresariais que andam abertos durante todo o dia e onde nem um cliente aparece? Como se justifica tal existência desses estabelecimentos comerciais, verdadeiras lavandarias de capital e ainda por cima os donos ou testa de ferro ostentam pornograficamente riquezas materiais inconcebíveis mesmo em situações normais como sejam carros de alta gama, mansões luxuosas, viagens e férias para o estrangeiro, etc,etc,.

    Quando é que o Ministério Público e os Serviços de Finanças abriram ou abrirão um inquérito no que respeita à origem duvidosa de muitas riquezas neste País? Há sem dúvida um mistério enorme a volta de tudo isto.

    Não é de admirar que esse/s criminoso/s tenha/m achado esta operação demasiadamente fácil pois estão e estavam confiados na sua impunidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.