Preservativos à prova de Zika para atletas nos Jogos Olímpicos

16/05/2016 09:45 - Modificado em 16/05/2016 09:45
| Comentários fechados em Preservativos à prova de Zika para atletas nos Jogos Olímpicos
preservaA empresa farmacêutica australiana Starpharma Holdings e a companhia de preservativos Ansell, também do país-continente da Oceânia, juntaram-se e estão a fabricar exemplares destes últimos alegadamente resistentes ao potente vírus Zika, cuja epidemia atingiu em particular a América Latina, com o propósito de os atletas da Austrália os utilizarem nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que se iniciam a 5 de agosto do corrente.

‘Dual Protect’ é a designação do revolucionário preservativo que será distribuído aos atletas como precaução, e, que, segundo avança o diário britânico ‘The Guardian’ na sua edição desta segunda-feira, terá demonstrado, nos testes a que foi submetido, ser «quase totalmente resistente ao vírus»… para o qual ainda não há cura.

Os revolucionários preservativos, anticoncecionais e alegadamente também, segundo argumentam os fabricantes, resistentes ao Zika, vão ser, além de distribuídos aos atletas da Austrália, ainda alvo de oferta às demais comitivas das cerca de duas centenas de competidores em prova no Rio: há 350 mil preservativos para dar a atletas masculinos e 100 mil para as mulheres que irão estar em prova.

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.