Ponta d´Pom faz entrega de géneros alimentícios arrecadados no “Torneio de Futebol Solidário”

10/05/2016 08:21 - Modificado em 10/05/2016 08:21

ponta d pomA Associação Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Ambiental Ponta d´Pom fez esta segunda-feira, no Centro de Doentes Mentais, Vila Nova, a entrega de alimentos arrecadados este fim-de-semana no “Torneio de Futebol Solidário”.

Tendo em conta o carácter social e público, a Associação abraçou o projecto que foi apresentado por dois estudantes do 4º ano do curso de Serviço Social da Universidade Lusófona de Cabo Verde, em estágio no Centro.

O “Torneio de Futebol Solidário” realizado no domingo no campo de futebol de Bela Vista teve como finalidade a angariação de alimentos não perecíveis a favor do Centro de Doentes Mentais de Vila Nova.

De acordo com Brúcia Brito, Assistente Social responsável pelo Centro, esta é uma iniciativa “louvável” por parte do Ponta d´Pom que, desde o momento em que lhe foi apresentado o projecto, “abraçou esta causa” de realizar jogos de futebol de veteranos, cuja entrada seria levar um quilo de alimento que reverteria a favor do Centro que foi beneficiado a nível da doação.

Com 47 pacientes internos e outros que apenas aparecem para alimentação e medicação, Brúcia Brito diz que não é fácil prover-lhes quatro refeições por dia, mas que até agora, graças aos parceiros que o Centro possui tem sido possível colmatar esta dificuldade. “O principal parceiro é a Câmara Municipal, mas temos outros parceiros que ajudam tanto a nível de géneros alimentícios, como vestuários e produtos de higiene.

Por seu lado, Janete Lopes, Vice-presidente da área social e ambiental do Ponta d´Pom garante que este é um projecto-piloto, mas que pretendem dar seguimento e abranger outros centros, instituições que necessitam de ajuda, uma vez que a ADRCPP, na sua vertente social, está sempre pronta a dar o seu contributo e, por isso, desde cedo, quando tiveram acesso ao projecto, “abraçámos” esta ideia e, feitos todos os contactos, demos seguimento ao projecto.

Ana Duarte, um dos responsáveis por este projecto, mostrou-se bastante satisfeita com os resultados do torneio, que teve uma boa adesão e uma grande quantidade de produtos arrecadados. Para esta estudante, o objectivo deste projecto é conquistar o público e fazer-lhe ver que existem pessoas que precisam realmente de ajuda, algo que a associação da qual faz parte respondeu de forma positiva e que agora pretende abraçar e abranger outros centros.

  1. Nelson Cabral Lopes

    fazer o bem é sempre bom e Ponta de Pom já nos habituou a isto. Pena que instituições da ilha, em especial a CMSV não entende e nega-lhe o apoio que Ponta tem direito, uma vez que está orçamentado. Mas não “há mal que dure para sempre”, assim dizem por cá e quero acreditar que sim, a bem de Ponta.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.