Augusto arruma a casa

3/09/2012 06:56 - Modificado em 3/09/2012 06:56

O presidente da Câmara Municipal de são Vicente, Augusto Neves, apresentou a distribuição dos pelouros para este mandato. Neves afirma que a distribuição foi feita tem análise do “que foi o mandato anterior e das necessidades da ilha”, levando em conta “características e as experiências das pessoas” que vão ocupar os pelouros.

 

A distribuição ficou da seguinte maneria. Para Augusto Neves, presidente, coube relações institucionais, nacionais e internacionais, desenvolvimento económico e financeiro, protecção e civil e comunidades. Para Humberto Lélis o pelouro da cultura e desporto, actividades económicas, modernização administrativa e gestão autárquica, formação e comunicação. Enquanto a vereadora Lídia Lima ficou o pelouro da solidariedade, promoção social, emprego e formação profissional, habitação e equipamentos sociais. Para Rodrigo Rendall planeamento territorial, ocupação de territórios e infra-estruturas, património e obras municipais, transporte, trânsito e fiscalização. O pelouro da Educação infância e juventude cidadania e género fica a responsabilidade de Manuel Januário da Luz ,UCID,enquanto Anildo Fernando Fortes ,UCID, fica com o pelouro do ambiente, planeamento, energias, saúde pública e defesa do consumidor.

Para os vereadores do PAICV a proposta do presidente era os pelouros do empreendedorismo turismo património histórico e toponímia, o que não foi aceite.

Neves anunciou ,também , a proposta de profissionalização de três vereadores, Lídia Lima, Rodrigo Rendall, Humberto Lélis e dois vereadores a meio tempo, Manuel Januário da Luz e Anildo Fernando Fortes.

Para Augusto Neves esta distribuição é para dar “continuidade ao trabalho que a câmara tem vindo a desenvolver nos últimos anos”.

  1. Artistas de Soncent

    COITADO DA NOSSA CULTURA “LELISMENTE POBRE”

    Ka sabe praga k no tem ma nôs
    Bo se oia se feitiço nhor Deus
    Bo se livra nos d’ gente dess Humberto Lélis
    Ess terra é sabim, ok sabim
    Bo sesh bem dzem o kê k Lélis t’intendê d’ cultura

    No te prop sabe, sabe sabe, sabim

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.