Internautas chocados com o massacre em Monte Tchota

29/04/2016 08:24 - Modificado em 29/04/2016 08:24
| Comentários fechados em Internautas chocados com o massacre em Monte Tchota

monte tchotaAs redes sociais encheram-se de mensagens de solidariedade perante o ataque na base militar de Monte Tchota, em Santiago, que resultou na morte de oito militares e três civis. Alguns demonstram a preocupação com a segurança de Cabo Verde e estão incrédulos perante o ataque na base militar.

O Facebook foi uma dos meios utilizados por alguns cabo-verdianos para expressarem sentimento de tristeza e revolta pelas mortes em Monte Tchota. “Toda a Nação está ferida no seu âmago. A hora é de muita dor e tristeza mas também de união, de força e, muita coragem, que esta não nos falte. É de homenagem àqueles que foram chacinados no seu posto de trabalho, honra, paz e glória às suas almas. É hora de luto e de muita tristeza para as respectivas famílias e para toda a nossa Nação”, escreve um militar reformado. Ainda existem aqueles que garantem estar aptos caso Cabo Verde precise e um internauta diz que “o meu País de mar e sol foi gravemente ferido nesta terça-feira. Eu choro por aqueles que morreram mas choro, sobretudo, pela soberania de Cabo Verde. Foi declarada guerra contra o meu Cabo Verde e o primeiro tiro atingiu oito militares no posto de serviço (batalha). Hoje senti-me ameaçado mas, assim como jurei estar apto, se um dia for necessário para dar sangue à minha soberania, o meu País pode continuar a contar comigo. E eu juro. É hora de nos unirmos”.

As redes sociais foram invadidas por partilhas das notícias relacionadas com a chacina na base militar em Monte Tchota e muitos estão incrédulos com a morte de oito militares e três civis. Luna questiona: “o que é que está a acontecer com a nossa terra?”, outro internauta apela para que seja um pesadelo, porque o mesmo não acredita que Cabo Verde esteja na mira destes ataques.

“Sabemos que se tem questionado ultimamente sobre a utilidade das Forças Armadas. Em tempos foi proposta até a sua extinção. A junção das Forças Armadas aos Negócios Estrangeiros não terá sido boa opção”, diz um comentarista que, por sua vez, defende a existência de umas Forças Armadas melhor preparadas e funcionais e justifica que este ataque no Monte Tchota demonstra que o País tem inimigos e poderá estar sob ameaça e esta deve ser repelida.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.