Major Adriano Pires: “ se fosse o CEMFA colocaria o cargo a disposição ”

29/04/2016 08:21 - Modificado em 2/05/2016 01:49

O Major na reserva Adriano Pires, ex-Comandante da 1ª Região Militar ,  e autor de vários livros sobre a vida castrense em Cabo Verde, considera que na sequência dos factos até agora conhecidos, o Chefe de Estado Maior das Forças Armadas deve colocar o seu cargo à disposição, isto porque o Ministro da Defesa tomou posse apenas há uma semana e não pode ser responsabilizado. “Eu digo, do meu ponto de vista, que a filosofia militar diz que o Comandante é o único responsável por tudo aquilo que acontece ou deixa de acontecer na sua área de jurisdição. Neste caso, o primeiro responsável pelo sucedido é a chefia das Forças Armadas.

Pires também defende que a operacionalidade das FA é baixa e diz que não são explicações “para que um destacamento passe mais de 24 horas sem comunicar com o comando”. Explica como funcionava a comunicação com o destacamento de Monte Tchota e não entende como é que “um militar conseguiu ter acesso a tantas munições e armas”. Defende que, neste caso, “procedimentos básicos do regulamento militar foram violados”.

 

corrigido as 1h 37 m  2 Maio

  1. Estou aguardando as demissões no seio das FA. A começar pelo CEMFA. As FA transformaram-se num local de faz de conta militar e militarizado. Como é que entre o maior centro de comunicações do país e o seu maior Comando Regional Militar não havia comunicações rádio, ou televisão ou video vigilância a cada minuto ou segundo ou mesmo a cada hora para verificar as posições dos soldados armadas no terreno. Alguém tem que demitir. Melhor alguéns devem ser demitidos. Primeiro o CEMFA, depois o Comandante da Região Militar da Praia. Mais de vinte e quatro horas sem troca de informações entre um destacamento militar e o seu comando é gravíssimo. Não pode ser. O Bebeto, especialista em comunicações e rádio nas FA deixou as FA sem troca de informações por sete anos? É grave, gravíssimo. O Bebeto que demita, já. Se não é o fim da linha. O Ulisses tem razão. Sem Djobi pa Ladu que ele vai governar esta terra. Vamos dar com a cara na chão.

  2. VIRULENTO

    Agora aparecerão ilustres experts para criticar e condenar o Chefe de Estado Maior pelo ocorrido em Monte Tchota. Se esse chacina não tivesse acontecido tudo está, estava e estará bem nas FA. O novo Ministro da defesa não entende patavina de nada e nem soldado foi assim como PM. Calar seria o ideal e deixar a investigação andar porque não é só o ASSASSINO que fez este tipo de trabalho.Fijom tem tocinho!!!!!!

  3. michael

    A situação em que o gajo foi apanhado e a história do taxista (mentiroso) deve ser analisado muito bem. A desculpa de maus tratos é mentira dourada. Essa treta está muito bem orquestrada. Deve ter alguém por detrás que estaria interessado naquelas armas de monte tchota. talves porque o gajo se ter exagerado em matar todos os colegas, esse interessado nessas armas abandonou-o sozinho à sua sorte. Quem entregou esse individuo à policia? Não foi capturado pela policia mas sim por populares! A policia Nacional foi chamada para ir buscar o criminoso no bairro da Fazenda. Ele não foi capturado pela policia, esta só lá foi buscá-lo.

  4. michael

    o Tal Major Adriano Pires é um frustrado, alienado e que não tem mais que fazer. Se de facto ele é militar, deveria saber, pois não sabe, que cenas semelhantes de crimes contra camaradas da mesma instituição e que usam fardas já aconteceu em outros países. não é por causa deste caso isolado, cujas motivações não estão ainda esclarecidos que esse militar frustrado igual ao soldado assassino vem mandar bocas contra a instituição de que fez parte e que saiu a seu pedido porque não tinha mais nada para dar e agora vem somente atrapalhar. esse duduta é mais chato do que mil-pés. Quem é que lê os livros dele? Eu não. Favor publiquem, existe ou não igualdade de tratamento?

  5. ivanildo fortes

    sim sr pa un ta coincorda com u SR Adriano pires mas pessoalmente acho que o governo cabo verdiano tem vindo a falhar com todos os defendentes da nossa patria isso e un serviso obrigatorio o minimo que se possa offerecer e melhor condicoes aos militares de cabo verde , os soldados cabo verdianos sao injuriados , maltratados, abuzados fisicalmente , psicologicalmente a troco de nada eu pessoalmente fui un deles , eu jamais deixaria o meu filho servir como militar em cabo verde

  6. tarrafalense

    o que aconteceu em monte tchota brevemente acontecerá na policia por causa da corrupção ali reinante

  7. jose de pina batista

    Sr. Duduta, anho nho dja sta reformado, nho ba sinta nho dicha Bebeto em Paz. Conberco de nho ka ta faze opiniao. Kel posto ki nho tene nho dja sabe pamode es da nho el. E ka pa competencia, mas por influencia do seu meio irmao. Okey. Nho ka lembra na meados dos anos 90 ki nho parce na Fogo ao servico de um determinado Partido que nao aquele que lhe tem beneficiado. Portanto nho ku 62 anos de idade nho ba descanca nho brica ku netos de nho, se e ki tens.

  8. Augusto Galina

    Até certo ponto este major tem razão mas ninguém acredita nele. Perdeu a aura e a o protagonismo que podia ter por falar fora de tempo

  9. Mane Preto

    mais uma vez um burro pede demissão de um intelectual.
    esse fdp do duduta (adriano pires) nunca foi chefe de nada na tropa. ele copiou e publicou alguns livros mas não passa de um burro. se fosse militar de verdade estaria do lado do Chefe do Estado-Maior das FA. mas burro como é não pode estar de lado algum porque a obseção de “sem djobe pa ladu” não o deixa posiciona como deveria ser.
    esse é um dos burros dos anos 90 que se armaram em inteligentes assim como o major aguiar ( mario aguiar de terra branca) daqui a pouco aparecem por ai a quererem ser CEMFA e outras reivindicações,

  10. Mane Preto

    meus senhores, neste momento aparecem vários oportunistas a quererem ser CEMFA a começar pelos fdp bedja, tuinga entre outros. esses dois fdp devem ser investigados até o último. esses que sempre manifestaram seus desejos em derrubar o Bebeto. imaginam até o zeze quer ser cemfa! imaginam. onde é que chegamos.
    o duduta como burro que é deve manter fora disso. as FA não querem ouvir falar de certos nomes como…….

  11. roxana aguilera

    Seia qual seia a causa desta MASSACRE de INOCENTES, JOVENES ;,CIVILES ;TRABALHADORES: em ZONA DE PAZ a RESPONSABILIDADE alem do ASSESINO e’ do Chefe Militar. não tem como abafar os factos VISIVEL :11 MORTOS destes : QUANTOS TIVEROM MORTES IMEDIATA .?? Quems MORREROM por FALTA de SOCORRO ANTES DAS 24 horas ??? Um coisa e’ seguro os espanhois vão ser Autopciados e vão pidi RESPONSABILIDADE ate pelo socorro tardio. ,

  12. Fernando Fortes

    Imaginem o coronel Júlio Monteiro,pessoa que fez parte das forças armadas a defender que o chefe de estado maior não deve assumir as suas responsabilidades.
    Sr. Júlio, vivemos em democracia e nesta, os chefes tem que assumir as suas responsabilidades.
    Não estamos na 1ª repúbilca, coronel.

  13. Agostinho Fonseca

    Jà nos habituamos a opinar sem ter conhecimento suficiente para desenvolver as nossas ideias e muitos até vão a ponto de afirmar quando nem escrever podem.
    Viva a liberdade !!!
    Falando dos dois militares:
    – O CEMFA fez o que faz qualquer responsàvel quando o seu serviço falha é hombridade e não fraqueza. O PR aceitou o pedido mas isso não quer dizer que o responsabiliza do acto ignôbil nem que o exenere do cargo quando terminar o inquérito.
    – O Major aposentado. Este faz como o urso polar. Hiberna quando as coisas (màs) lhe convêm e aparece quando acorda para atacar. Num Pais como o nosso onde precisamos de gente experiente, cada um devia dar o seu apoio mas o major prefere esconder-se e atirar cascalho para partir as vidraças.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.