Ulisses diz que quer contar com o contributo de JMN

22/04/2016 08:21 - Modificado em 22/04/2016 08:21

ucsUlisses Correia e Silva, primeiro-ministro a partir de hoje, disse ao receber do primeiro-cessante, as chaves do gabinete  que “JMN não será uma carta fora do baralho e que em determinadas circunstâncias espera contar com sua experiência em prol do desenvolvimento de Cabo Verde.

ULCS defende que “há um capital de individualidades que exerceram cargos político relevantes, como ex-presidentes da república, da assembleia nacional, ex-primeiro-ministros  que deve ser aproveitado em prol do país. Nomeadamente na política externa  em representação do pais, na  influência à favor de Cabo Verde.

E neste aspecto  estou interessado em ter o contributo do dr. José Maria Neves. Em relação a forma como está a decorrer o processo de transição Ulisses Correia Silva considera que “é importante que Cabo Verde tenha está imagem de políticos que se entendem e promovem  espaços de encontros de intercâmbio e se dediquem ao essencial que é servir o pais”.

  1. Celestino

    Não tenho por hábito, comentar noticias do meio digital/online, mas desta vez, essa me tocou profundamente. A originalidade e a humildade com que o futuro Primeiro Ministro, já nos habituou é de tirar chapéu. De fato se todos atuassem dessa forma, teriamos um Pais e um Mundo cada vez mais inclusivo, justo e muito mais…

  2. Tdelgado.cv,@gmail.c

    Eu estou com o comentarista, Celestino. 24 do mês de Abril do ano de 2016.

  3. ANTÓNIO DOS SANTOS

    Vá Ulisses, vá andando com este discurso politicàmente correcto. Vá dando vibóras biberão, até sentirem se seguros com os pés na terra. Não tardarão, nessa altura, a enfiarte a ferrada da morte. Se continuares até nós do MpD faremos a tua caminha, não tens dúvidas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.