Equador: Autoridades não sabem da situação dos estudantes. Um pai diz que estão todos bem

21/04/2016 07:55 - Modificado em 21/04/2016 07:55

Ecuador EarthquakeO Director-geral dos Assuntos Consulares, Estêvão Tavares Vaz  em declarações a Inforpes confessou  que que não têm informações sobre quantos estudantes cabo-verdianos se encontram no Equador e a sua situação na sequência do terramoto de sábado que provocou mais de 400 mortos e cerca de 2 mil feridos.

“Neste momento, o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada de Cabo Verde em Brasília, não têm informações exactas de quantos estudantes cabo-verdianos estão no Equador”, disse o Director-geral sublinhando que para pedir informações às autoridades equatorianas têm que saber quantos são, os nomes, contactos e local de residência. Mas disse que a única informação que têm de momento, provém de um dos pais cujo filho estuda no Equador e que garantiu que “estão todos bem”.

Segundo Estêvão Tavares Vaz, oficialmente, o Consulado não tem nenhuma informação se algum cabo-verdiano está ferido ou desaparecido, pelo que fazem fé nas afirmações sustentadas por mais de um dos estudantes.

Um terremoto de 7,8 graus de magnitude na escala de Richter atingiu o litoral Norte do Equador, no sábado, a 10 quilómetros de profundidade e com o epicentro a cerca de 173 quilómetros da capital, Quito, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a actividade sísmica mundial.
Até este momento, já foram contabilizados 413 mortos e 2.068 feridos.

  1. Emanuel Delgado

    Posso vos confirmar que os estudantes estão bem.
    Consegui contactar uma estudante e tenho mantido informações.
    Ainda ontem a noite troquei mensagens com esta estudante.
    Nas zonas atingidas, estão com com problemas de energia, o que limita muitas vezes a possibilidade de contactar a qualquer hora.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.