Homem que padece de “bócio” em estado avançado pede ajuda para tratamento

20/04/2016 08:46 - Modificado em 20/04/2016 08:46

Eusébio da Cruz Sabino é natural de Chã de Pedras, Santo Antão, e padece de “bócio” num estado bastante avançado. O ex-funcionário da área do saneamento da Câmara da Ribeira Grande de Santo Antão, desloca-se constantemente à ilha de São Vicente para consultas. Desesperado com a sua situação e sem recursos financeiros para custear o transporte e o tratamento, “Zibi” veio a público pedir apoio, solidariedade da população para poder realizar uma cirurgia para retirar o volume à volta do seu pescoço e poder voltar a viver uma vida normal.

Há cerca de catorze anos que Eusébio vive com uma doença conhecida por “bócio” uma inflamação da glândula da tiróide bastante. A doença atinge cerca de 10 por cento da população. O cidadão que é natural da ilha de Santo Antão e reside na zona de Chã de Pedras, tem passado por várias dificuldades por causa da sua condição.

“Zibi”, como gosta de ser chamado, foi funcionário da Câmara Municipal da Ribeira Grande durante 25 anos e recebe apenas uma pensão de 6000 mil escudos. Há cerca de oito meses que deixou de ser abrangido pelos serviços do INPS e diz desconhecer os motivos.

Doente, sem emprego, sem qualquer apoio da promoção social, o entrevistado afirma viver com grandes dificuldades para continuar o tratamento. O mesmo diz ter solicitado apoio em várias portas, mas até agora nenhuma delas se abriu.

Eusébio conta apenas com a solidariedade de uma sobrinha que vive em São Vicente e que sempre que possível o acompanha nas consultas. Por isso, apela pela solidariedade da população para conseguir realizar a cirurgia e voltar a viver uma vida mais tranquila e normal como qualquer outra pessoa.

Desesperado com a situação, Zibi diz ser insultado e discriminado pela sociedade. Por causa da sua doença já foi insultado e agredido, uma situação que o levou a responder da mesma forma e, como consequência, teve de cumprir uma pena de prisão.

Segundo o entrevistado, a operação para retirar a massa do pescoço já deveria ter sido feita, mas devido às condições financeiras e sem estar abrangido pelo INPS, a situação torna-se ainda mais complicada e morosa.

Para as pessoas que estiverem na possibilidade de apoiar, Eusébio deixa o seu número de conta bancária registada na Caixa Económica.

Caixa Económica: 28580563 10 1                                      IBAN: cv 64000200002858056310193

NIB: 000200002858056310193

Contacto: 522 20 36

  1. Natalina Neves Da Cr

    Senhores governantes de cabo verde pfv ajuda aquele cidadao porque se ele fosse umdos grande como voces ele ja nao estava em caboverde e muito menos a sofrer eu e os outros ibrinautas agurdamos o vosso deferimento muito obrigado

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.