Em que estado o Governo cessante deixa Cabo Verde?

20/04/2016 08:23 - Modificado em 20/04/2016 08:23

governoHá necessidade dos cabo-verdianos conhecerem a real situação económica e financeira em que vive o País, por isso, o Primeiro-ministro indigitado, Ulisses Correia e Silva vai pedir uma auditoria externa a alguns fundos, sobretudo ao do Ambiente e do Turismo e conhecer a situação das empresas públicas.

Em declarações feitas no programa Discurso Directo da RCV, Ulisses Correia e Silva afirma que irá pedir uma auditoria externa, sobretudo aos fundos do Ambiente e do Turismo e à situação das empresas públicas.

Ulisses Correia e Silva garante que irá governar o País sem olhar para o passado e sem ver para o lado, mas assegura que os cabo-verdianos merecem conhecer a real situação económica e financeira do País.

O endividamento é bastante grande, mas é preciso conhecer a real situação do Tesouro Público, sabendo quais são os recursos. Ulisses Correia e Silva quer conhecer a dimensão do buraco financeiro do País.

A questão das incompatibilidades nas funções do Estado é outra prioridade de Ulisses Correia. A medida é clara e vai ser implementada: “quem for Delegado do Ministério num determinado lugar não pode ser Coordenador do Partido nesse mesmo lugar”, frisou o futuro Primeiro-ministro.

  1. Augusto Galina

    O estado da Nação é captico.
    So se regozija o PM e seus acôlitos

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.