MMA: «Árbitro deixa matar português»

14/04/2016 08:32 - Modificado em 14/04/2016 09:34
| Comentários fechados em MMA: «Árbitro deixa matar português»

joaocarvalho«João `Rafeiro` levou nove murros na cabeça. Deixa dois filhos, de 7 e 12 anos.»

«Nove socos na cabeça. Quando João ´Rafeiro´ Carvalho já estava no chão, incapaz de reagir ou defender-se dos golpes do adversário. Foi desta forma que terminou o combate de sábado em Dublin para o jovem praticante de Artes Marciais Mistas (MMA, sigla em inglês).»

«O português foi logo assistido pelos médicos ainda na jaula. Levantou-se e saiu pelo próprio pé em direção ao gabinete clínico instalado no Boxing Nacional Stadium da Irlanda. Mais 20 minutos depois não resistiu mais. Começou a vomitar e a queixar-se de dores de cabeça.»

«Foi levado de ambulância para o hospital e alvo de uma cirurgia durante a madrugada de domingo. Mas os ferimentos revelaram-se fatais.»

«(…) As autoridades irlandesas e a Federação Internacional de Artes marciais Mistas já anunciaram a abertura de uma investigação à morte do lutador português de 28 anos. Mas a voz de protesta que falou mais alto foi mesmo de Conor McGregor, estrela da modalidade na Irlanda e atual campeão do Mundo da sua categoria, no UFC, a maior competição internacional de MMA. ´O árbitro devia ter parado o combate mais cedo. Penso que os árbitros precisam de estar mais atentos`, disse o detentor do cinto de campão, que estava no pavilhão a assistir aos combater.»

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.