IGAE a nova PIDE?

30/08/2012 00:00 - Modificado em 30/08/2012 07:12

No último fim-de-semana “terroristas” selvagens no dizer do gerente da discoteca Cave, na pele de agentes da IGAE, Inspecção Geral da Actividades Económicas, aterrorizaram clientes e donos de discotecas na cidade do Mindelo.

 

Irromperam dentro das discotecas, nas horas de maior movimento, intimidaram pessoas, perturbaram clientes e mandaram fechar ilegalmente a Discoteca Siryus, num acto que o gerente considera “despropositado e ilegal”. Os novos “ pides” do Mindelo fecharam a referida discoteca alegando que está não tinha alvará. De acordo com um magistrado contactado pelo NN” isso é um disparate, pois os hotéis possuem uma licença para hotelaria e serviços afins. O que significa que a discoteca, os bares, os restaurantes as piscinas dos hotéis não precisam de um alvará especifico  para cada serviço”. Mas quem não é magistrado e não entende de leis pergunta: então essa discoteca funciona há 16 anos e só agora descobriram que está a funcionar ilegalmente?

 

“ selvagens”

As ditas inspecções deixaram insatisfeitos os responsáveis que gerem estes estabelecimentos. O timing escolhido, durante o horário de funcionamento, para fazer a inspecção, e a forma como forma abordados pela equipa da inspecção está na base das reclamações.

Estes responsáveis não se mostram contra a inspecção, mas sim na forma como foram feitas. Toni Lima, da Caravela, diz que o errado foi ter sido feito na hora de funcionamento fazendo parar o movimento. E durante cerca de uma hora, que demorou a inspecção, ninguém poderia sair o que ajudou a formar um clima tenso no espaço. E saí em defesa dos seus clientes afirmando que há pessoas que tiram o fim-de-semana para divertir “por isso não acho correcto que a inspecção fosse feita no horário de funcionamento ”. E clientes também ficaram aborrecidos porque se a vistoria era as instalações porque escolher uma hora onde são incomodados. E mais grave: proibidos de sair enquanto fiscalizam o local. Voltamos ao tempo da PIDE?- perguntam .

 

Que policia é essa?

Christian Rocha, gerente da Cave, utiliza a palavra “selvagem” para classificar a forma como feita a inspecção. E faz a analogia que quando se chega numa casa é de praxe bater, contrapondo a sua exposição de que o grupo de inspecção “não procurou o responsável e começaram logo a actuar”. “Pararam a música e os clientes não sabiam o que estava a acontecer e criaram problemas. Houve pessoas que ficaram nervosas, outros queriam sair e não deixaram”. Mas que policia é essa de fiscalização económica ou policia secreta?- perguntam

Reclamam que, também, foram apreendidos os cd´s dos dj´s, por alegada pirataria. Facto este que Christian e Toni não entendem.

O NN procurou a IGAE para prestar mais esclarecimentos sobre esta operação, mas não foi possível no momento já que a IGAE respondeu por telefone que está a ultimar uma nota de imprensa que será distribuída na comunicação social.

  1. Sousa Monteiro

    Devem denunciar sempre estas situações

  2. Sinceramente

    Já bsot sabé desse cena de IAGE, manera que es ta funcioná. Palhaçada!

  3. Avelino Varela

    Eles não são culpados:
    A culpa é do governo que mete qualquer indeviduo a desempenhar funções que não são formado para tal.
    O governo tambem não tem alternativa na medida que nem eles têm formação para tal.
    Agora a arrogancia que o igae ou asae têm para com aquilo que não entendem é que é mais delirante porque eles têm que ser formadores na materia para poderem actuar dado que os donos, são pessoas conhecedores dos seus negocios ou formados nos seus negocios.

  4. CjWahnon

    Es kré cabá k unico cosa sabe ke ainda ti ta resta na SONCENTE !Nô abri oi!!!!!!

  5. Artista

    O verdadeiro significado da palavra

    IGAE- Ignorantes- Grossos – Arruaceiros – Estúpido

  6. As inspeções em Cabo Verde devem ser realizadas com a aceitação dos utentes ou não, visto que, no Estrangeiro quando deparamos com essas situações ninguém opina e as pessoas até colaboram com as autoridades, o (a) cabo-verdiano (a) tem este complexo de aceitar a legislação do Pais que os viu nascer e sim a do acolhimento, por exemplo tive a poucos meses em Lisboa, a Direcção de Emigração e Fronteiras estacionou alguns autocarros a frente de uma Discoteca e todas as pessoas que estavam neste espaço foram levados para o referido serviço afim de serem identificados, fiquei comodo pois, não vi ninguém a reclamar dessa operação, imaginam se fosse em Cabo Verde.

  7. jaime

    ja ñ sinto orgulho de sv, cada dia mas triste

  8. jaime

    nha tristesa e que gente de sv e unid e so na festa, pa descuti direit cada um ta mete se rob na cont.

  9. Dinora Martins

    Sinceramente, cabe aos responsaveis das casas noturnas, unirem-se, reivindicar e processar a referida Instituicao do Terror. Assim esperam os frequentadores das noites mindelenses, tao famosas nacional e internacionalmente, infelizmente querem nos tirar o que temos de melhor, figa canhota….inveja mata.

  10. FAZ-ME LEMBRAR, NO TEMPO DA DITADURA DO PAICV, SOLDADOS ARMADOS COM METRALHADORAS ENTRARAM NA DISCO PIMS, EU GRITEI: VIVA A LIBERDADE!!!!! UM SARGENTO MANDOU OS SEUS SEQUAZES MANIPULAREM AS SUAS KALASNIKOV, FUI PRESO, E LEVADO PARA A CADEIA. SE ESTA GENTE QUER CONTROLAR SUPOSTAS ILEGALIDADES, POR LEI, ELES TEM QUE TER UM MANDADO DE BUSCA E NÃO PODEM ENTRAR NESTES SÍTIOS ABARROTADOS COM CLIENTES.

  11. Manny

    SONCENTE !!!Espia bo oia…

  12. Miguel Marciano

    Unton boces deve oia uns agentes kes tem na Sal, mais concretamente na Santa Maria. De AK 47 em punho e dando mostras de ke es ta pronto pa atira. Es ta entra dentro de tudo oke bar, restaurante, discotecas e lugares publicos em estilo de assalto. Mi um fca com medo de ba pa Santa maria de noite nao por culpa de Cash or body ou bandidos mas sim de ess grupo fardado. E um vergonha. Porque ke ess ka faze inspeccao durante o dia?

  13. comandante

    palerma de IGAE , nhos ba studa lei , patetas

  14. Humberto Silva

    So uns bocod d ignorantes!

  15. PRIGOSE

    QUERIA PERGUNTAR SE PRAIA EXISTE ESTE TIPO DE POLICIA TAMBEM OU É SO EM S. VICENTE, E SE ELES PATRULHA TB AS DISCOTECAS E OS SUPER MERCADOS ATERRORIZANDO CLIENTES …

  16. vanda newton

    Prop sem palavra un cosa feito dess manera, porkè kès policias o seja kem for k bai faze ess controlo na ot ora? Li na soncente tem tcheu cosa kta funziona mariot juntot kès corrupcao na quase tut kès lugar importante, porkè ès ca popa ess temp pas bai controla kès lugar d corroptos? tcheu cosa pior es tem li pa controla es ta fingi d nada ,agora pa un semples divertiment kno tem es ta ba rompe cazzo cada un na se divertimento fim semana.apòs no meste faze moda europa …..

  17. Dos saantos

    O desenvolvimento e o sucesso das Ilhas do Barlavento só será possivel com a regionalizacão ou a DIVISÃO de C.Verde…

    São Vicente Ja ê hora de faze algo pq bla,bla k t leva nos p lado nenhum…

  18. Rogerio Faial

    estes badios de merda montaram um circo para virem armar em bons…ja fizeram inspensao na praia onde ha so ladroes,corruptos,mafiosos,contrabandistas e traficantes de droga…claro que nao aqui armam em bons na praia sao todos farinha do mesmo saco e mais nao digo pq ja estou farto dessa corja com inveja dos SAOVICENTINOS querem acabar conosco mas nao vamos deixar…VIVA MINDELO

  19. Tatiana Rocha

    É sabido que não estamos acostumados com isso da inspeção, o que é muito mau.
    É bom que isso vire uma rotina, e principalmente averiguar a higiéne dos restaurantes, bares e etc, pq têm a obrgação de obedecer os tramites lagais.
    Mas uma discoteca ou bar que esteja ilegal, está ilegal tb de manã e de tarde.
    Por isso sou da opinião que poderiam ter feiro a tal inspeção numa outra altura, até pq teriam mais tempo e seria mais eficaz!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.