MpD autárquicas: oportunidade para São Vicente ter governo central e local da mesma cor política

30/03/2016 07:59 - Modificado em 30/03/2016 07:59

CMSVPassadas as eleições legislativas, a atenção dos partidos volta-se para as autárquicas, ainda sem data. No MpD, o actual Presidente da Câmara Municipal de São Vicente (CMSV), Augusto Neves, já  mostrou  disponibilidade para concorrer a um segundo mandato. Apesar da disponibilidade do edil mindelense, o coordenador do partido de São Vicente, João Gomes, avança que o partido tem regras próprias para definir os candidatos para as eleições.

Avança que o MpD ainda não tem candidato para as autárquicas porque “há regras a seguir dentro do partido”.

Mesmo sem o aval oficial do partido, João Gomes avança que até agora o único disponível é Augusto Neves e não fecha as portas a nenhuma outra pessoa do partido que queria entrar na corrida. “Digo que sabemos que temos um interessado, mas se houver pessoas que queiram demonstrar interesse em candidatar-se, há que seguir as regras”. O MpD ainda não tem um candidato porque todos têm de seguir as regras.

João Gomes debruça-se sobre uma possibilidade: a de ter um Governo local e central com a mesma cor política, no caso do MpD ganhar as autárquicas na ilha.

“É uma grande oportunidade para experimentar o Governo e uma Câmara Municipal da mesma cor política. A verdade é que sempre criticámos que a CMSV foi descriminada ao longo dos anos. O Governo central não deu a São Vicente o que sentimos que deveria dar. O Presidente da CMSV passou os últimos anos a reclamar da falta de meios que o poder central poderia dar e que não deu”.

Neste sentido, vislumbra-se uma grande oportunidade para a ilha. E relembra que “o povo, em democracia, tem sempre razão. Assim como teve razão quando escolheu o novo Governo, terá toda a razão nas eleições autárquicas”.

  1. Victor Andrade

    Incongruências! Se o partido não tem candidatos e se há regras por seguir pq tentar fazer fret quando a sua posição exige imparcialidade? E que regras foram já seguidas por Augusto? Esta tentativa de condicionar outros a irem ao pleito é vergonhoso! Já agora como ele é interessado explique aos ouros como se demonstra interesse e a quem? E se o Governo central tivesse dado a S.Vicente o que queria, o que teria restado ao Sal, a Rª Grande ou a Tarrafal de S.Nicolau, tua terra?

  2. Nelson Cardoso

    Nos anos 90 quem era o governo central? e a CMSV?

  3. Manuel Fernandes

    Jon, Jon : toma cuidado !

  4. regionalização

    Regionalização e sem djobe palado.E mais sinto-me defraudado. Prometeram um governo para S.Vicente , ganharam e agora vêm dizer que a promessa ou melhor o compromisso depende dos outros partidos. Só troça

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.