Previdência Social: O Estado vai assumir os 15% sobre o salário para desafogar as entidades patronais e facilitar maior contratação de jovens

28/03/2016 08:01 - Modificado em 28/03/2016 08:01

15%Em entrevista a este online, o Primeiro-Ministro eleito, Ulisses Correia e Silva ,garantiu que “o novo Governo vai assumir o custo da contribuição da entidade patronal para a Previdência Social, ou seja, os 15% sobre o salário para tornar menos custosa a contratação dos jovens” e assim facilitar o aumento do emprego.

Os jovens apostaram fortemente na candidatura de Ulisses Correia e Silva e esperam o retorno desta confiança nele depositada desafiando-o a criar maiores condições de emprego de modo a melhorar as condições de vida.

Em entrevista ao NN,  Primeiro-Ministro eleito  afirmou que o seu Governo preparou um conjunto de medidas de modo “a criar uma fiscalidade mais estimuladora de emprego, por isso, o seu Governo encontra-se fortemente engajado no sentido de criar em todas as ilhas condições para haver dinamização das actividades económicas”.

Como forma de aumentar o número de postos de emprego, o PM garante que o Estado vai assumir o custo da contribuição da entidade patronal para a Previdência Social, ou seja, os 15% sobre o salário para tornar menos custosa a contratação dos jovens” e assim facilitar o aumento do emprego.

É através da actividade económica que se consegue gerar emprego, por isso, o PM promete aumentar o crescimento económico de 7 por cento por ano, criar condições para uma maior dinâmica empresarial em Cabo Verde, uma fiscalidade mais estimuladora de emprego, criação de um banco de financiamento de pequenas e médias empresas.

Com as medidas da plataforma do MpD, Correia diz estar convencido que até aos cinco anos de mandato, o seu Governo irá gerar os 45 mil postos de trabalho.

  1. carlos bentub

    é a morte anuncoiada do INPS, pois vao ficar sem receber esse 15% do estado vejo que nao vou ter mais a minha merecida reforma

  2. Gangnam style

    Ok, e qual o imposto que irão aumentar para suportar este custo? será no combustivel? tuga copy paste, sai um entra outro, é tudo a mesma coisa, nada de inspiração e inovação de medidas nunca antes tomadas para alavancar a economia

  3. Fernando Fortes

    O Ulisses está a brincar com coisas sérias.
    Diz que o estado vai assumir os 15 % que a entidade empregadora, deveria pagar.
    Tudo bem. Que assuma e que paga.Não vai ser assumir e ficar a dever a previdência.
    Já agora é lembrar que enquanto presidente da Câmara Municipal da Praia, não vinha pagando ao INPS.
    Cuidado com dividas do estado ao INPS,pois temos má experiência, dele enquanto também ministro das finanças, o seu governo ficou a dever ao INPS 4 milhões de contos.
    Cuidado não brinque com o nosso INPS,pago por todos os trabalhadores e entidades patronal.
    ~
    Vamos estar atentos e não vamos aceitar que brinquem como que é nosso.
    Fica o aviso.

  4. Para Fernando Fortes

    Onde estava o Fernando Fortes e companhia quando o governo do paicv andava a delapidar o inps, servindo de caixa 2 para tapar os buracos da tacv, da electra e da Fast Ferry? A inps serviu de bombeiro para tapar os buracões deixados pelas administrações camaradas e ninguem veio reclamar agora chegam os salvadores. Calem-se mas é e deixem o homem trabalhar. Fica o aviso.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.