A Menina dos Meus Sonhos!

24/03/2016 08:29 - Modificado em 24/03/2016 13:43

A Menina dos Meus Sonhos!

Nesta cidade ao pé do mar, cheio de cantos e recantos. Cidade da morna, da Baía do Porto Grande, não tinha tanto encanto quando não te via à minha frente, mas hoje foi diferente.

Hoje acordei apressado, pois tava atrasado, chateado com o tempo e com o despertador que de tão bom sonho me tirou…
Não me apetecia levantar, pois claro que não, foi uma azia ter que acordar, mesmo não querendo tinha que me levantar, não só porque o dever me chamava, mas também porque tinha responsabilidades perante as quais não podia faltar.

Incomodou-me a ideia de ter mesmo que sair da cama, os meus pensamentos já desorganizados e deturpados atrofiaram pois, foram abrutamente
interrompidos pela rigidez desse aparelho que, muitas vezes só parou de tocar ao ser estupidamente atirado contra a parede.

Nada nem ninguém podia atropelar esse sonho emanado de bons sentimentos, de bons valores, nada nem ninguém podia fazer parar o meu sorrisso que mesmo dormindo estava estampado no meu  cansado e exauto rosto.

Lá me levantei, pois as opções de continuar eram escassas. Abri a janela, estupefacto fiquei ao ver o tempo cinzento, mesmo chuvoso um puro sinal de que o verão acabara. Nem mesmo a minha demagogia conseguia acabar com tamanha assombração.

Bom, o facto é que sonhei e o sonho foi bom, óptimo, mesmo tendo sinto interrompido. Sonhei que estava encostado num pequeno canto, pequeno mas bom
pois, dali te via de todos os ângulos, de toda e qualquer direcção.

 Cheguei ao trabalho, com cara de quem nao devia lá estar, sem dúvida era o sítio onde era suposto estar, mas meu corpo, meu pensamento nao corcordavam com a ideia de estar presente num sítio onde nao queriam estar, ao menos hoje.

Mas que dia é esse! Era suposto esse computador ser o travesseiro, a secretária a cama sem dúvida que era mas nao…..

Caiu a tarde, caiu o pouco sol que entre as muitas nuvens tentou brilhar, óbvio sem sucesso.
Há dias que sentimos como a lua, sem luz próprio, mas mesmo assim o fim de semana que batia a porta alegrava-me, mesmo que por instantes.

Mal  cheguei a casa queria ir a cama, continuar a sonhar continuar a sentir aquele feeling positivo que sentira horas antes e que esperava que perdurasse até esse momento. Nao fiquei triste nem contente apenas fiquei, ao saber que tudo aquilo que desde do acordar até agora tinha sido levado, empobrecido com um simples despertar…

Nilton Sousa

Relações Públicas e Secretariado

Email: niltonsousa@hotmail.com

 

 

 

 

  1. MIndelo

    Grande Nilton sp a trazer-nos textos interessantes. Saudações

  2. Boss

    Excelente texto Sr. Nilton. Abraço

  3. Cruz

    Bom mensagem. Texto muito bem escrito.

  4. Carvalho

    Bom conto nilton a imagem daqueles que nos tens presenteado. Continua

  5. Natty Leite

    Gostei muito. Boa inspiração!

  6. Informado

    Bom Conto. Um Feeling positivo do nilton,

  7. Rocha

    Um sonho muito bem contado sr. nilton. Sempre bom oia jovens com ese tipo de iniciativas.

  8. Informado

    Um sonho muito bem contado sr. nilton. Sempre bom ver jovens com esse tipo de iniciativas.

  9. Silva

    Sim sr. muito bom.

  10. Djony Lopes

    Um texto sereno, calmo, de boa leitura. Apreciei bastante.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.