ELECTRA cobre tubos com cápsulas de betão

27/08/2012 01:56 - Modificado em 27/08/2012 01:56
| Comentários fechados em ELECTRA cobre tubos com cápsulas de betão

Foram cobertos com cápsulas de betão, os tubos na praia do Lazareto que se transformaram em ratoeiras mortais para os banhistas. Trata-se de seis condutas instaladas pela Electra, cuja finalidade seria fazer a dessalinização da água do mar naquele local.

 

A Electra mandou cobrir a abertura dos seis tubos instalados ,na praia do Lazareto, com cápsulas de betão. As condutas com mais de 40m de profundidade estavam sem tampa, pelo que alguns banhistas defenderam que essa situação colocava as suas vidas em perigo.

Deste modo, a Electra recorreu a construção de cápsulas de betão, para resolver de vez o problema. Porque segundo a empresa, em três ocasiões taparam os furos, mas que estes foram vandalizadas por alguns indivíduos. Segundo o que apuramos, há duas semanas que novas tampas foram colocadas nos tubos.

De acordo com a Direcção da Electra “colocamos chapas metálicas nas aberturas das condutas, mas foram vandalizadas por algumas pessoas. Com o perigo à vista houve cidadãos que lançaram um repto a nossa empresa para resolvermos o problema. Então decidimos colocar cápsulas de betão para termos a certeza que as tampas não voltarão a ser vandalizadas”.

 

Recorde-se que a Electra instalou os seis tubos, no âmbito de um projecto de dessalinização de água do mar, na ponta sul da ilha de São Vicente. A instalação das condutas aconteceu em 2006 e custou cerca de 12 mil contos. Porém o projecto não passou dos furos de captação, porque a praia do Lazareto não possuiu um caudal que permite captar a água do mar.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.