João Gomes: “a forma de fazer política  PAICV   é suja e cheia de mentiras”

16/03/2016 10:33 - Modificado em 16/03/2016 10:33

MPD-2016“Mentirosos” foi a palavra de ordem  mais utilizada, ontem, pelo cabeça de lista do MPD, no comício-festa em Fonte Inês, face as promessas de campanha do PAICV nos comícios , sobre  o financiamento do porto de águas profundas, promessa segundo Gomes feita desde de 2001 e das supostas ameaças do IFH sobre os moradores do empreendimento “Casa para Todos”.

Durante a sua intervenção João Gomes acusou o PAICV  de estar  “a mentir descaradamente “ sobre o financiamento do projecto do porto  águas profundas para São Vicente, que foi anunciado ,na segunda-feira, pelo cabeça de lista desse partido num comício no  Campim, onde ele garantiu que tinha sido informado que o projecto do porto de águas profundas há muito prometido já tem financiamento da União Europeia.

Gomes assegura que é “pura mentira”, de um político que nada fez para São Vicente a não ser enganar o povo. Porque a “União Europeia jamais iria anunciar um financiamento a poucos dias de eleições, porque isso seria intervir  na disputa interna de um país”.

A afirma que tem como provar tais afirmações, já que sabe de fonte segura que o tal financiamento provém de uma empresa chinesa e não da UE. Informações, segundo Gomes obtidas de fonte fidedigna. E sustenta , por isso  que a UE jamais poderia fazer tal anúncio, porque seria interferência na futura governação de Cabo Verde. E espera um desmentido  da UE nesse sentido.

João Gomes diz ainda que a forma de fazer política  PAICV  “ é suja e cheia de mentiras” a começar pelas alegados telefonemas aos moradores do “Casa para Todos” por parte da IFH  para  lhes dizer  que devem votar no PAICV, porque foi ele que lhes deu casa. “É muita mentira, são mentirosos” afirmou  o cabeça de lisa do MPD indignado com tal acto que considerou de “sujeira” e pede aos moradores para que estejam tranquilos porque as casas  são do povo de Cabo Verde e não de nenhum partido politico, como estão a fazer crer. E assegura também que ninguém vai perder a sua casa independentemente do partido politico que votar. “Quem mora nos empreendimentos vai continuar a morar e os que  se inscreverem e preenchem os requisitos do “Casa para Todos”, irão ser beneficiados, não precisam ter cartão de militante do partido”.

  1. HLOPES

    Oh! João Gomes, se a forma de fazer politica do PAICV é isto tudo que dizes, imagina o a forma de fazer politica do mpd. Ganharam as eleições de 90 falando mentiras, ganharam em 95, fazendo profanações nas igrejas e nos cemitérios e mais e mais… Cala-te e fica-te bem.

  2. Barbosa

    Sr. Joao Gomes: Explique-me porque o MPD nunca levou a Regionalizacao a Assembleia e agora diz que eh prioridade para a proxima legislatura? Isso nao eh jogo sujo?
    E qual eh o vosso projecto para a habitacao? Sao casas de lata? Ao menos o Dr. Augusto eh sincero porque acredita na transformacao planificada e nao no populismo eleitoral.

  3. Tenta ser diferente

    sr. João gomes olha a linguagem. tenta ser um politico diferente ate porque todos vocês políticos falam mentiras. tenta ser diferente

  4. Mindelense.

    Mentiroso e bo e bos companher de partido. Obras feitas ta a vista pe tud caboverdeanos e ess e razão de bsot desespero. E bo o que que bo faze pe s. vicente a não colobora, enquato Presidente de Assembleia Municipal, ma Camara pe ma gestão de terrenos. Dod a bsot amigos, empresarios de confiança pa es podia enriquece e depois ajda MpD na Campanha. Bsot e sem moral.

  5. Fernando Fortes

    É lamentável que um individuo,como o João Gomes,tenha de recorrer a baixaria para fazer politica.
    O que ele acaba de denunciar, faz parte de propaganda ao estilo do MPD, quando acusou em 1991 , os dirigentes do PAICV de terem contas milionárias fora de Cabo Verde.Isso é de canalhas.
    Ele que apresente as suas proposta,suas ideias, que graças a Deus ele não tem e por ter falta de miolo,tem que recorrer a calunia.
    O “minha bola” que um dia é de S.Nicolau,outro dia Português, nunca se lembra que ele devia ser candidato por S.Tomé, como o seu conterrâneo, Orlando Dias.~
    É segunda vez consecutiva que o MPD afronta a gente de S.Vicente, com um candidato que nada diz a essa ilha.
    Isso é um afronta e o Augusto neves, que anda armado em defensor de S.Vicente fica calado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.