PAICV : ” temos infra-estruturas e mão de obra , agora é mais fácil criar empregos”

6/03/2016 14:44 - Modificado em 6/03/2016 14:44

Manuel Inocêncio Sousa.O PAICV ,no terceiro dia da campanha eleitoral , centrou as suas atividades na zona de Ribeira Bote, com contactos porta-a-porta e comício a noite. Uma zona especial, como foi sublinhada pelos discursantes da noite, Alcides Graça, coordenador do PAICV em São Vicente e candidato a deputado, e pelo cabeça de lista, Manuel Inocêncio, tendo como base a importância da zona na luta de independência.

“Ribeira Bote tem a responsabilidade de manter tradição como uma zona que lançou Cabo Verde para independência”, como afirmou Manuel Inocêncio ao pedir confiança no PAICV nas eleições do próximo dia 20.
O trajeto do PAICV nos últimos mandatos como Governo foi o pano de fundo dos candidatos para lançar as ideias para uma próxima legislatura no caso de as eleições serem favoráveis ao PAICV
“Nosso percurso tem sido um percurso ascendente e ano a ano vamos subindo degraus, e queremos agora dar um salto para mudar de patamar”, como perspetiva Inocêncio. E para o cabeça de lista do PAICV nos últimos quinze anos foram investidos milhões para preparar o país para uma fase de verdadeiro crescimento da economia e afirmação de uma economia sustentável. E acrescenta que nenhum país desenvolve sem fundamentos, e esse fundamento mencionado são os recursos humanos.
A centralidade do discurso prendeu-se com a preparação dos recursos humanos em Cabo Verde e as oportunidades que vão advir das bases lançadas pelo PAICV. “Oposição tem uma esperança nestas eleições, tem esperança por causa de discurso de desemprego de jovens qualificados e conseguir convencer a juventude que é a melhor opção”.
Para Manuel Inocêncio a pergunta que se faz se é melhor ter um desemprego qualificado ou sem qualificação. E explica com o investimento em infraestruturas e com uma mão-de-obra qualificada fica mais fácil atrair ao investimento externo porque vão encontra pessoas qualificadas para trabalhar nas mais diversas áreas. E neste sentido prevê a intenção do PAICV de gerar cada vez mais postos de trabalho.
E das áreas prioritárias escolhe o turismo, e em segundo lugar a economia marítima. Mas para Inocêncio a economia marítima em São Vicente passa a ser a primeira prioridade. E para o PAICV as obras já foram feitas e agora resta trabalhar para maximizar as mesmas.
Regionalização/descentralização
Alcides Graça terminou o seu discurso abordando a questão da descentralização de poderes. “Oposição usa argumento para enganar de que não vamos regionalizar o país e que eles vão fazer isso e aquele outro. Não somos contra a regionalização.” E defendeu, como PAICV em ocasiões anteriores, a descentralização de poderes. Sustenta que o PAICV é um partido responsável e que pondera todas as perspetivas antes de tomar decisões.
“Garantimos que o PAICV vai criar todas as condições para decidir tudo que diz respeito do nosso quotidiano em cada ilha. Vãos fazer o que é descentralização do poder. E dar a ilha poder para tomar decisão localmente. Falam e não sabem o que querem fazer, não acreditem em todo o que ouvem”.

  1. Francisco andrade

    E porque nao criou emprego antes?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.