João Luis: “somos a voz dos mais necessitados, dos que não têm rendimentos para sustentar as famílias”

4/03/2016 07:59 - Modificado em 4/03/2016 07:59

joao luisA zona de Chã de Alecrim acolheu ,na noite desta quinta feira, o primeiro comício da UCID. Gerar riquezas para gerar emprego, apostar na justiça e igualdade social e fazer crescer a economia, são algumas das apostas apresentadas pelo partido.

A lista da UCID é composta por doze elementos na sua maioria jovens, uma das grandes aposta do partido.
Sob o signo de Mudar a forma de fazer política para “Cumprir Cabo Verde”, João Luís, vice-presidente da UCID quer que no dia 20 de Março a UCID ,o seu partido ,seja o vencedor para puder continuar a defender o povo mindelense, levando as preocupações ao parlamento.

O vice-presidente ressaltou que o Governo tem vindo a ignorar as propostas levadas ao parlamento pelo o seu partido. Por isso apela “um voto de confiança e de vitória” para puder resolver os problemas da ilha e cumprir Cabo Verde.

O partido quer ser “a voz dos mais necessitados, dos que não têm força e rendimentos para sustentar as famílias”. A reforma do Estado é uma das apostas da UCID, reduzindo os custos de funcionamento da máquina do Estado e promover a melhoria  das condições de vida dos cidadãos.

João Luís considera elevado o número de deputados no parlamento e afirma que se no dia 20 de Março o seu partido merecer o voto de confiança dos cabo-verdianos, irá reduzir de 72 para 50 o número de deputados no parlamento para reduzir custos.

Diminuir o número de Ministros é também uma das propostas da UCID, pois acredita que o país poderá ser governado perfeitamente com apenas 15 ministros. A justiça social deve ser uma das prioridade da UCID, reduzir a desigualdade social em Cabo Verde. Para este partido a resolução do problema de desemprego passa por fazer crescer a economia para puder gerar emprego.

  1. HARL

    Oh Sr João Luís, acho que poderias bem perfeitamente, distribuir a tua renda, que até parece ser bem gorda, e todo o mundo ia gostar.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.