PJ deteve o casal suspeito de roubar 450 mil escudos de uma conta da CECV

4/03/2016 07:50 - Modificado em 4/03/2016 07:50
| Comentários fechados em PJ deteve o casal suspeito de roubar 450 mil escudos de uma conta da CECV

presoO casal suspeito de piratear uma conta do Banco da Caixa Económica de Cabo Verde (CECV) está detido e a presentação ao juiz deverá ser feita a qualquer momento.

Os suspeitos são residentes na ilha do Sal e conseguiram transferir através da internet da conta de um cliente da CECV o valor de 450 mil escudos para uma outra conta no Banco Cabo-verdiano de Negócios (BCN). O dinheiro pirateado foi transferido em duas parcelas, a primeira no valor de 220 mil escudos, foi enviada para a Guiné-Bissau através do serviço Wester Union, tendo a esposa do suspeito conseguido concretizar essa operação bancária. A segunda parcela no valor de 230 mil escudos, não terá sido debitada da conta do BCN, uma vez que a Polícia Judiciária (PJ) já tinha avisado os Bancos pelo que os alegados autores do crime informático não conseguiram efectivar a segunda operação bancária.

Todavia, o lesado e cliente da CECV, também residente na ilha do Sal, fez a denúncia na PJ que está a investigar os meandros do roubo realizado através da internet e, de acordo com a RCV, o mesmo acredita que se trata de uma rede com conexão do crime organizado que está a conseguir entrar em contas alheias.

O casal suspeito de piratear a conta na CECV está detido a aguardar apresentação no tribunal da ilha do Sal.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.