Profanação do Sacrário: Bispo pede conversão verdadeira dos criminosos

1/03/2016 08:28 - Modificado em 1/03/2016 10:54
| Comentários fechados em Profanação do Sacrário: Bispo pede conversão verdadeira dos criminosos

dom_arlindo23012015_1A Igreja de São Miguel em Calheta São Miguel, na ilha de Santiago, foi alvo de assalto na madrugada deste domingo, dia 28. O Sacrário foi retirado do local e abandonado em Calhetona junto do areal. O Sacrário foi destruído e as hóstias consagradas ficaram espalhadas pelo chão. Dom Arlindo, Bispo da Diocese de Santiago considerou ser “uma atitude dolorosa para os cristãos”. Aos criminosos, o Bispo pede uma conversão verdadeira.

Igreja assaltada, Sacrário destruído e hóstias profanadas em Calheta de S. Miguel. Um comportamento que afectou a essência dos cristãos. Dom Arlindo Furtado, Bispo da Diocese de Santiago diz tratar-se de “uma atitude gratuita ao se tentar atingir o coração do sagrado, uma atitude muito dolorosa”.

Contudo, no ano em que se vive o ano da proclamação da Misericórdia e da Quaresma, o Bispo pede a intercessão de Deus para a conversão verdadeira dos criminosos e que o Espírito Santo encontre lugar no coração de todos.
Por enquanto, a igreja deverá permanecer fechada, mas quanto às hóstias profanadas, o Bispo avança que darão o devido tratamento.

D. Arlindo ressaltou ainda que ‘Cristo ressuscitado já não sente no seu corpo esta diminuição nem essa dor. Aquele ou aqueles que cometeram este acto sim, irão diminuir-se ao mais pobre estado da humanidade’.

A cerimónia de desagravo começou com uma procissão desde o local onde o Sacrário foi encontrado até à Igreja Paroquial. As partículas consagradas foram recolhidas e levadas pelo próprio Bispo numa reverente e silenciosa procissão até à Igreja Paroquial.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.