Boavista: Bispo da Diocese do Mindelo preside ordenação diaconal

26/02/2016 08:37 - Modificado em 26/02/2016 08:37
| Comentários fechados em Boavista: Bispo da Diocese do Mindelo preside ordenação diaconal

Bispo Ildo FortesA paróquia de Santa Isabel, cidade de Sal Rei, na ilha da Boavista, acolhe este fim-de-semana, a ordenação de Benvindo Rodrigues. A celebração irá ser presidida pelo Bispo da Diocese do Mindelo, Dom Ildo Fortes. Os paroquianos dizem-se satisfeitos com o acontecimento, pois há mais de quatro décadas que receberam a última ordenação. Para além disso, o acto tem levado muitas pessoas à paróquia e à ilha.

Já no próximo domingo 28 acontece a ordenação do candidato a Diácono, Benvindo Rodrigues. A celebração eucarística tem lugar no Polivalente de Djindjung, paróquia de Santa Isabel, cidade de Sal Rei e será presidida por Dom Ildo Fortes, Bispo da Diocese do Mindelo.

Benvido Lopes Rodrigues nasceu a 2 de Abril de 1982 na Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, Concelho da Ribeira Grande, Santo Antão. Com 21 anos foi chamado a prestar serviço militar obrigatório. Fez o curso de Fuzileiro e foi para as Unidades Navais da Guarda Costeira em São Vicente onde permaneceu até 2004.

Entrou para o Seminário Menor da Diocese do Mindelo em 2005, na Casa Paroquial de Nossa Senhora do Rosário. Em 2006 partiu para o Seminário Diocese de Leiria, Portugal. Fez os estudos teológicos e filosóficos no Instituto Superior de Teologia em Évora. Iniciou em 2015 na ilha de São Vicente e Boa Vista, uma nova fase de estágios.

O acontecimento tem um significado simbólico, pois a ordenação acontece na data em que se completam 12 anos da entrada solene do primeiro bispo da Diocese do Mindelo, D. Arlindo Furtado. Em entrevista ao NN, o pároco José Mário, diz tratar-se de um momento singular de comunhão e de vivência de fé e que uma ordenação normalmente arrasta muita gente e mobiliza vontades.

José Mário garante que a festa terá “uma cor especial, pois acontece por ocasião do Retiro e reflexão Pastoral dos sacerdotes que acontece todos os anos no Tempo da Quaresma, uma ocasião que levou o Clero da Diocese a estar bem representado no acto da celebração”.

O pároco considera um “feliz acontecimento para a ilha anfitriã”, um acto raríssimo, já que o único registo de uma ordenação realizada na ilha aconteceu há mais de quatro décadas. O mesmo afirma que os boavistenses, em geral, quase que nunca participaram numa celebração do tipo, por isso, a alegria e a experiência são grandes.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.