AM: Relatório de actividades entre o positivo (MpD) e o negativo (PAICV e UCID)

26/02/2016 08:10 - Modificado em 26/02/2016 08:10
| Comentários fechados em AM: Relatório de actividades entre o positivo (MpD) e o negativo (PAICV e UCID)

DCIM100MEDIA

A Assembleia Municipal de São Vicente reuniu-se esta quinta-feira, 25, para apreciar a actividade municipal entre sessões. E o documento recebeu a apreciação positiva do MpD, enquanto que a UCID e o PAICV deram nota negativa.

O Presidente da CMSV, Augusto Neves, por sua vez, saiu bastante satisfeito da sessão. Esta satisfação prende-se com o facto da edilidade, segundo Augusto Neves, ter conseguido cumprir oitenta por cento do plano de actividades. “É muito bom para uma ilha com muitas dificuldades, com algum abandono do poder central”, como afirma o Presidente. E enaltece o cumprimento da agenda desportiva, cultural e a dinâmica das obras na ilha.

O MpD, através do seu líder de bancada, Jorge da Luz, no fim do debate mostrou-se satisfeito pelos feitos da CMSV. “Nós avaliamos de forma positiva o relatório de actividades”.

Por outro lado, o PAICV e a UCID mostraram-se insatisfeitos com a performance da CMSV, em relação ao cumprimento do relatório de actividades.

“Estudando o documento, constatámos que é mais ou menos o mesmo. Praticamente é uma cópia dos documentos anteriores e não há novidade e peca pela pobreza de actividades apresentadas”, analisou Alcides Graça, líder da bancada do PAICV. O mesmo diz sentir-se triste já que a edilidade pode acabar o mandato sem algumas obras como os miradouros ou mesmo o polidesportivo da zona norte, “que a CMSV vem adiando com sucessivas desculpas”.

A UCID também se mantém na mesma linha de pensamento do PAICV segundo a qual o executivo camarário não fez o que tinha prometido. A UCID sente-se lesada e enganada pelo Presidente da CMSV, visto que os orçamentos e planos de actividades foram aprovados com os votos da UCID. Neste sentido, a análise da actuação da edilidade é negativa para a UCID. Para Lídio Silva, líder da bancada da UCID, a sua bancada foi enganada em toda a linha por Augusto Neves. “Não faz sentido apresentar um relatório que não está de acordo com aquilo que foi aprovado no plano de actividades e orçamento”.

Para Lídio Silva, o seu partido dá a mão à palmatória por ter ajudado a aprovar os orçamentos e planos de actividades juntamente com o MpD.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.