Maria Teresa: Ajudar é o Segredo

25/02/2016 08:25 - Modificado em 25/02/2016 08:25

maria teresaMaria Teresa Segredo, natural de Santo Antão, há mais de 30 anos  na Holanda nunca esquece a sua terra. Nas terras das Tulipas tem procurado e conseguido ajuda para continuar a apoiar os seus conterrâneos. Já levou a cabo várias acções e pretende continuar a trabalhar para o desenvolvimento da sua ilha e pelo bem-estar das pessoas.

“Na minha opinião, cada um de nós deve-se sentir responsável pelo desenvolvimento da nossa terra. Não devemos esperar só pelo Governo e estando num país como a Holanda que tem muitos meios, decidi fazer a minha parte. Dou o meu contributo conforme as minhas possibilidades”, afirma Segredo. Com esta declaração em mente, Segredo tem procurado ajudar as pessoas mesmo reconhecendo que no início não foi fácil, visto ser necessário “saber o que se quer fazer e de que forma reunir esforços para conseguir”.

Entrevistada sobre como obtém recursos, lembra um encontro em 2002 entre a Câmara Municipal de São Nicolau com o Presidente do Paul, na altura Américo Silva. Lembra-se de ter falado na altura no projecto de construir um lar de idosos no Paul, mas que só conseguiria se ganhasse à lotaria. Mas foi aconselhada por um dos responsáveis da cooperação a recorrer a fundos do governo holandês, “isto porque não se sabe se ganharia ou não a lotaria”. Depois de regressar e entabular contactos, criou a fundação Amigos do Paul em 2003, com a ajuda de outros cabo-verdianos.

maria teresa1A maioria dos projectos de Maria Teresa é destinada ao Paul, localidade onde nasceu. ”O meu primeiro sonho era o de construir um Lar de Idosos e esse sonho foi realizado em 2006. Posteriormente, foi construído um Centro Comunitário em 2012 e, em 2015, abriu-se um Centro de Emergência Infantil, O Centro de Emergência Maria Teresa Segredo. Ainda em 2015 abriu-se uma oficina multidisciplinar, a Oficina Profissional Totone, direccionada para várias áreas profissionais tais como carpintaria, mecânica, etc.”. E a lista de projectos ainda inclui projectos para criação de postos de trabalho, além de doação de equipamentos escolares a várias escolas, hospitais, projectos na área do saneamento e apoio às crianças desfavorecidas, como roupas, sapatos e materiais escolares.

O sentimento que fica como recompensa, como descreve, “é muito amor, carinho, respeito e muita gratidão. Maria Teresa já foi alvo de vários reconhecimentos dentro do País, pelas Câmaras Municipais do Paul (2006) e de São Vicente (2015). Também foi homenageada pela Rainha Beatriz da Holanda, em reconhecimento do trabalho feito em prol de Cabo Verde. “Os holandeses sempre rechoncharam as minhas actividades sociais em prol do desenvolvimento de Cabo Verde”. E foi escrito um livro que fala da sua vida, assim como dos seus projectos pessoais. Sonhos realizados. Projectos sociais em Cabo Verde, escrito por Vera Almeida, ex- Presidente da Câmara do Paul.

“Ajudar só faz sentido quando não se espera nada em troca. Claro que sou grata a quem valorize o meu trabalho, independentemente de ser em Cabo Verde ou na Holanda. O meu objectivo é não parar de ajudar no que puder e como puder”.

Como projectos futuros, diz que está em andamento um projecto que tem como parceira o Jardim Daniel Monteiro na ilha de São Nicolau, além de pretender equipar algumas escolas com mais necessidades. “Há, sem dúvida, muitas ideias novas mas, por enquanto, são só ideias de Maria Segredo”.

  1. TONY

    DESEJOB MUITOS ANOS DE VIDA E MUITA SAUDE CABO VERDE NECESSITA DE TI ES GRANDE ES UM AMOR

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.