Autoridade Turística Central começou a fiscalizar agências de viagens

23/02/2016 08:20 - Modificado em 23/02/2016 08:20
| Comentários fechados em Autoridade Turística Central começou a fiscalizar agências de viagens

turismoA Autoridade Turística Central (ATC) de Cabo Verde lançou hoje um plano de fiscalização no setor do turismo, que abrangerá numa primeira fase uma centena de agências de viagens, alargando-se posteriormente aos hotéis e outros operadores turísticos.

O Plano Nacional de Fiscalização às Agências de Viagens arrancou hoje na zona sul da ilha de Santiago e, durante dois meses, irá fiscalizar mais de uma centena de agências de viagens em nove ilhas do arquipélago, explica a ATC em comunicado.

A operação visa monitorizar a atividade das agências de viagens no país e verificar se respeitam a legislação do setor, nomeadamente no que respeita aos alvarás de funcionamento, inscrição no registo nacional e recursos humanos, entre outros.

“As agências de viagem detêm um papel importante nos fluxos turísticos, são o motor de excelência da procura de produtos turísticos cabo-verdianos, pelo que esta ação visa averiguar se as mesmas estão a cumprir todos os requisitos que a lei solicita para que estejam em funcionamento, e diminuir assim a informalidade neste setor”, adianta a ATC.

A Autoridade Turística Nacional, criada em Novembro de 2015, veio substituir a Direção-Geral do Turismo (DGT), e foi dotada de um papel fiscalizador e regulador reforçado.

O número de turistas cresceu 5,5% em Cabo Verde em 2015, relativamente ao ano anterior, enquanto as dormidas registaram uma subida de 8,6%, segundo os dados mais recentes divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INECV).

No período de janeiro a Dezembro de 2015, os estabelecimentos hoteleiros registaram mais de 569 mil hóspedes e mais de 3,7 milhões de dormidas, o que em termos absolutos representa mais 29.766 entradas e 295.168 dormidas do que em 2014, segundo o INECV.

Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.