Chefe de segurança do PR mesmo ferido mata bandido ao resistir a um assalto

22/02/2016 08:19 - Modificado em 22/02/2016 08:19

armaSiqueira, chefe da segurança do Presidente da República, atingiu mortalmente  um assaltante com um tiro nas costas, depois de ter sido atingido com um tiro. De acordo com informações da PN o segurança reagiu ao assalto, no Bairro da Belavista, Praia, no Domingo, e ele e a acompanhante foram atingidos com um tiro na virilha e no ombro  e reagiu atingindo mortalmente um dos assaltantes.

O assaltante conhecido por Djony  fazia parte de um grupo referenciado pela Polícia devido assaltos, envolvimento em confronto com grupos rivais e em casos de homicídio. O indivíduo morreu no local e o resto do grupo está em fuga e ainda não foram capturados pela PN. Siqueira e a acompanhante  foram conduzidos ao Hospital Agostinho Neto onde permanecem internados.

O chefe de segurança do PR é um policial respeitado e com muitos anos a garantir a segurança de entidades. Foi segurança de Carlos Veiga  e sua acção quando o avião que levava o antigo primeiro – ministro teve um acidente no aeroporto da praia foi reconhecida. Depois desse acidente teve diversos problemas de saúde resultantes do impacto da queda do avião. Mas quando Jorge Carlos Fonseca tomou posse, Siqueira voltou a activa como Chefe de Segurança do Presidente da República.

  1. SVatente

    Ora pois esse bandido teve o que mereceu …mas ainda a pergunta que não me quer calar e que … “Muitas pessoas são vitimas desse bandidos armados e não conseguem se defender …..reina o panico e a insegurança em Cabo Verde e nem todos tem uma arma para se defender ” . Se o governo não encontrar solução para esse problema não me admira que em pouco tempo reinara a justiça civil “Dente por dente olho por olho”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.