JHA assegura que o seu governo continuará a apostar na construção de estradas de penetração em Santo Antão

18/02/2016 08:20 - Modificado em 18/02/2016 08:20
| Comentários fechados em JHA assegura que o seu governo continuará a apostar na construção de estradas de penetração em Santo Antão

Janira PAICVNo primeiro dia da sua deslocação a ilha de Santo Antão, na zona de Alto Mira, a presidente do PAICV colocou a tónica nas infra-estruturas. Janira assegurou  que o PAICV, caso venha  a merecer  de novo o voto de confiança dos  cabo-verdianos, “continuará a apostar na construção de estradas de penetração em Santo Antão, para facilitar a mobilidade e acesso às comunidades rurais. ” Estamos em condições de anunciar que estaremos a construir a estrada de acesso à Dominguinhas e a levar a luz eléctrica 24 horas por dia a esse povoado do interior de Alto Mira”. Prometeu ainda o desencravamento da zona de Faial, também em Alto Mira.

Em relação à agricultura, Janira Hopffer Almada disse que “a perspectiva é de que Cabo Verde tenha, nos próximos anos, um total de 17 barragens, incluindo as sete já construídas, as duas ainda em construção, além das três barragens subterrâneas já construídas.

A líder do PAICV escusou-se, porém, a avançar se Santo Antão receberá, nos próximos anos, mais barragens, explicando que tudo irá depender dos estudos a serem feitos com vista a conhecer os locais mais convenientes para a construção dessas infra-estruturas.

Janira Hopffer Almada reafirmou ainda o propósito do PAICV criar, nos próximos cinco anos, entre 15 e 25 mil empregos em Cabo Verde, que receberá, nos próximos tempos, investimentos privados, sobretudo no domínio turístico, à volta dos 400 milhões de euros.

“Esses investimentos já financiados ou negociados dão-nos a garantia de que vai haver um grande impulso em termos de crescimento económico, que potenciará, consequentemente, uma maior geração de empregos”.

Fonte: Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.