Cientista contra a construção no Ilhéu de Santa Maria por causa de Charles Darwin

15/02/2016 08:01 - Modificado em 15/02/2016 08:01

casino praiaUm grupo de 12 cientistas e paleontólogos coordenado pelo Instituto Gulbenkian de Ciência, de Portugal, contesta a construção em Cabo Verde de um complexo turístico do empresário chinês David Chow , de acordo com a LUSA.

Refere ainda que grupo de cientistas é contra a edificação do complexo turístico integrado no ilhéu de Santa Maria e Gamboa, na cidade da Praia, após visitarem o local no âmbito da componente letiva da terceira edição do Programa de Pós-Gradução Ciência e Desenvolvimento (PGCD).

“Seria altamente recomendável evitar que qualquer projeto avançasse ali e que houvesse um estudo muito aprofundado do impacto ambiental e histórico de qualquer construção que possa ser feita ali”, disse o paleontólogo português Rui Castanhinha, citado pela Inforpress.

O cientista afirmou que o Ilhéu de Santa Maria contribuiu para que o naturalista Charles Darwin construísse um pensamento lógico para revolucionar a Ciência da Biologia, pelo que recomendou a inviabilização de qualquer construção no local.

Castanhinha considerou que, do ponto de vista histórico, o “Djéu” simboliza um local de importância extraordinária, ainda que do ponto de vista ambiental seja “muito pouco conhecido”, pelo que reclama mais estudos do ponto de vista biológico e geológico.

Opinião idêntica tem a cientista Joana Sape, para quem seria essencial preservar alguma praia do ilhéu.

Esta posição do grupo de cientistas surge numa semana em que foi formalmente lançada a primeira pedra para a construção da estância turística no ilhéu de Santa Maria e na Gamboa, situado defronte da cidade da Praia, do empresário chinês David Chow, e orçado em 250 milhões de euros – cerca de 15% do PIB de Cabo Verde.

Em agosto, cerca de 40 elementos do movimento cabo-verdiano “Korrenti di Ativista” acamparam no ilhéu de Santa Maria em protesto contra a construção do complexo, considerando que irá servir sobretudo para trazer ao país “lavagem de capitais, prostituição e turismo sexual”.

Fonte LUSA
  1. MONTERO

    SE NÃO QUEREM NA PRAIA,TRAGAM PARA SAO VICENTE QUE EU MANDO EMBARGAR

  2. Boise Soncente

    Antes ninguem tava liga pa quel djeu…. agora a parce um pa dal vida, tud diap ta bem q ces teoria… ahhh qual é….

  3. Anilton Fortes

    Já está na hora de Cabo Verde tomar a independência definitiva de Portugal. Não é admissível que as decisões a ser tomada na construção de complexo turístico venham ser influenciadas pelas analistas portuguesas. Há vários casos ambientais mais importantes, do que o ilhéu de Santa Maria. Esse projecto dará um visual e uma importância econômica, nem só a ilha de Santiago, mas sim a nível nacional.
    A estética também faz parte do desenvolvimento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.