Equipa camarária composta

23/08/2012 00:36 - Modificado em 23/08/2012 00:36

Orlando Delgado, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, já distribui os pelouros da Câmara Municipal com o objectivo que ela seja mais proactiva durante este mandato. Com isto em mente a opção foi envolver todos os vereadores profissionais ou não-profissionais. Disse a RCV que quer corrigir os anos anteriores em que os pelouros forma distribuídos apenas a vereadores profissionais.

 

Mas também para Orlando Delgado está é uma forma “encontrada para que todos possam dar o seu contributo para o desenvolvimento” do município, com todos os vereadores a participarem de forma activa no dia-a-dia da câmara.

Neste mandato foram criados sete pelouros para que “todas as áreas possam ter na cabeça um vereador”. O primeiro pelouro de segurança urbana e planeamento estratégico será assegurado pelo próprio presidente. Pelouro da cultura, juventude, desporto e protecção civil será liderado por Francisca Dias. O das finanças e comércio por Inalito do Rosário Martins, enquanto a das acções jurídicas e recursos humanos a cargo do Dr. Dirce. Eng. Silvino Fonseca ficará responsável pelo pelouro das Infra-estruturas e gestão das cidades e transportes rodoviários. Saúde e acção social e equidade de género por Alexandre Lizardo e urbanismo ambiente e espaços públicos Orlando Jesus Delgado.

O presidente da CMRG ainda defende uma profissionalização dos vereadores e espera trabalhar para tal tendo já três vereadores referenciados para profissionalização. Mas assegura que tem que ser feito de forma faseada já que requer “uma logística prévia”.

  1. Adorei! Sf3 as vacas se3o felizes (ate9 virraem churrasco)”:DO homem complica porque pensa e tem a iluse3o de ser capaz de criar seus filtros e filtros para os primeiros o mais filtros para os segundos e *ad infinitum* se ne3o fossem os prazos e a vida a requerer totalidades [porque temos impregnado ao DNA a necessidade de *produzir* algo lf3gico e tangedvel] E assim compomos pequenas totalidades ou mesmo pseudototalidades por mais que tentemos A ae7e3o ajuda a continuar e contribui para amplificarmos o potencial cognitivo e a realizar o processo de modo mais *facinho* diante das novas informae7f5es.O que e9 melhor: ser animal ou humano? Diria que *depende* de cada um, do que deseja. Posso ter *problema de Ego* mas se a fala do Outro ajuda a me constituir que penso ser a IC, tambe9m expresso as minhas e penso que posso estar contribuindo. O que pensa disso?! [] s

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.