CEMFA: “fiquei com a sensação de que os hotéis no Sal estão pouco protegidos”

2/02/2016 07:55 - Modificado em 2/02/2016 07:55
| Comentários fechados em CEMFA: “fiquei com a sensação de que os hotéis no Sal estão pouco protegidos”

hotel boavistaO Chefe de Estado Maior das Forças Armadas de Cabo Verde  disse ao Presidente da República que está preocupado com a segurança das ilhas do Sal e da Boavista, devido as alertas sobre possíveis ataques terroristas nos vizinhos Senegal e Costa do Marfim.”Os acontecimentos dos últimos dias e as ameaças a vidas nos países vizinhos Senegal e Costa do Marfim também nos preocupam.

Tendo em conta que somos um país de desenvolvimento turístico e os bombistas colocam as suas bombas nos hotéis, daí a nossa preocupação”, disse Alberto Barbosa Fernandes à agência Lusa, à margem da cerimónia. Adiantou adiantou que esteve num das unidades hoteleiras da ilha do Sal e que ficou “com a sensação de que os hotéis estão pouco protegidos”. Alberto Barbosa disse que”Chamei à atenção para que o Presidente pudesse fazer algo nesse sentido. É uma questão de todos e uma preocupação de todos nós”.
Por seu lado, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, destacou a “importância sem precedentes” das Forças Armadas “nos tempos atuais”.

“Num tempo em que as ameaças ao Estado de direito democrático podem advir de fenómenos, como os diferentes tráficos e o terrorismo que operam à escala mundial e com incidência importante na nossa sub-região, impõe-se um redobrado esforço de análise, estudo e preparação, bem como o enraizamento e a prática dos valores democráticos e republicanos no seio das Forças de Defesa e Segurança, nomeadamente nas Forças Armadas”, declarou.

Fonte Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.