PAICV pede demissão do responsável da CRE na Praia

28/01/2016 08:24 - Modificado em 28/01/2016 08:24

PAICVO PAICV pediu o afastamento do responsável da CRE da Praia alegando que este violou a lei e desacatou a deliberação da CNE ao permitir o recenseamento de determinadas pessoas fora do prazo estipulado. Para Romeu Modesto, Director de campanha do PAICV, o que se verificou constitui um crime, pois permitiu-se o recenseamento de pessoas fora do prazo estipulado.

“Nós temos informação que se procedeu ao recenseamento de 15 pessoas até ao dia 25 e constatámos que o Presidente actuou de forma ilegal e contra as deliberações da CNE, de que ele teve conhecimento”, afirma Modesto.

Por causa deste facto, acrescenta, o responsável da CRE na capital do País “não tem aptidões, nem competências técnicas e jurídicas e não está com capacidades interpretativas das normas e das deliberações e não deve estar a exercer esta função”. Este responsável esquiva-se a encontrar razões partidárias na denúncia que faz, remetendo o facto apenas ao não cumprimento das deliberações da CNE.

Para Modesto, esta atitude do responsável da CRE pode perturbar o processo eleitoral de 20 de Março, já que “poderá haver pessoas que se recensearam ilegalmente com boletins de recenseamento e que poderão ou não votar”. Por isso, pede a intervenção das autoridades competentes.

Reacção

Em entrevista à RCV, a CRE da Praia já respondeu sobre o assunto afirmando que a CRE recenseou na verdade mais pessoas depois do estipulado pela CRE. Mas adianta que estes recenseamentos foram feitos mas que não foram lançados no banco de dados e, por isso, não vão poder votar no dia 20 de Março. Revela ainda o número de recenseamentos feitos nesse intervalo, 102. “Bem. São 102 e nenhum deles entra na base de dados. E as pessoas que recenseámos não são uma selecção de um ou de outro partido”, explica.

  1. Joana Inês Sá

    PAICV! PAICV! Lá vens tu com o teu medo de não ter o controlo total e a bel-prazer dos cadernos eleitorais, das listas dos votantes, dos acrescentos e das rasuras de votos e de votantes!

    Senhor CRE! Olho bem aberto! Eles são capazes DE TUDO. Sobretudo na iminência de perder.
    Atenção às eleições no seio da nossa comunidade nos Estados Unidos! Altamente duvidosa a conduta do processo!

    Haja umas eleições sem fraude em Cabo Verde! Que saudades disso! Desde que estão no poder ninguém acredita na lisura eleitoral.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.