Carlos Reis revela que responsáveis lhe pediram para não ir tão fundo no processo Lancha Voadora

25/01/2016 07:59 - Modificado em 25/01/2016 07:59

PJNa entrevista ao jornal ASemana Carlos Reis, conselheiro de segurança nacional  e ex.director da Polícia Judiciaria, revelou que durante a instrução do processo Lancha Voadora  houve responsáveis  que “entre duas palmadinhas nas costas a parabenizar pelo trabalho feito no processo Lancha Voadora vieram dizer: olhe lá, tenham calma, é preciso ter cuidado, vejam lá como fica a economia do país”. Questionado pelo jornalista no sentido de revelar quem foram esses responsáveis, Reis escusa-se a dizer respondendo “Como não tomei essas conversinhas como sérias, escuso- me a identificar aqui os seus autores”.

Reis defende, sem revelar nomes, que no referido processo muita gente “ficou em cima do muro”. Diz que se refere a gente de toda a ordem “cidadãos cabo-verdianos que durante muito tempo  olharam para a lavagem de capitais como um motor económico, principalmente porque o tráfico acontecia lá fora”. E vai mais longe na sua explicação “o problema da lavagem além da hediondez  do crime que  representa, é que envolve muita gente e todos querem ficar em cima da muro. É gente que, directamente, não comete crimes como o narcotráfico, mas que se aproveita deles e vive das benesses oferecidas por quem os comete”.

  1. EVALDO SANTOS

    Responsáveis, muito irresponsáveis, talvez até com responsabilidade de gerir os nossos destinos. Talvez? Não será semântica inapropriada dizer talvez(?) tendo em conta que de entre os condenados, figura um proeminente (ir) responsável financeiro da nossa república. Não se levantou todo o véu nesse processo, é o sentimento que a opinião pública cabo-verdeana tem sobre esta matéria. Nu e cru, não ficou a certeza de se ter feito a justiça no seu sentido mais lato. Houve murmúrios de envolvimento de entidades e instituições que deviam ter sido dissecado com mais profundidade, na busca do supremo primado da justiça que é toda a verdade. A proceder, todas ou parte dessas dúvidas na cabeça do cavo-verdeano atento, dir-se-ia que se perdeu uma grande oportunidade de mostrar de forma veemente e dissuasora que no nosso país não há lugar para arrivistas que atentam contra a integridade física e psíquica da nossa juventude, que existem instituições vocacionadas e funcionais para travar o destempero e a ganância de pessoas que visam o enriquecimento a qualquer custo, em suma, que a impunidade não tem lugar.

  2. Oliveira Santos

    Acredito que estamos sendo geridos por IRresponsàveis que estão no comendo para encher a sarraia.
    Deixe far e faça o seu trabalho com coragem porque o mal não pode perenizar.

  3. CidadaoCV

    Pois é … é por esta esta “muita gente em cima do muro”, que especialista classificam o tráfico de drogas e lavagem de capitais, como casos políticos.

  4. pauly

    Grande Carlos Reis, é de homens assim que precisamos nesta nossa terra…Deviam ir todos para cadeia, traficantes bandidos e todos aqueles que diz que “ficaram em cima do Muro” Todos que de uma forma ou outra ajudam estes bandidos a traficar e fazer lavagem sejam eles caboverdianos ou estrangeiros deviam ir pa cadeia.Devia era por a boca no trombone e denunciar esta gentinha sem berço, sem educação, sem escrípulos que pensam que compram todos e qualquer um com o seu dinheiro sujo….

  5. Carlos Reis

    Só a leviandade jornalística leva a que o que foi escrito no Jornal “A Semana” pudesse ser citado da forma como foi por este on-line.
    Primeiro porque a referência é a “pessoas com responsabilidades”. E a expressão inclui inclusivamente jornalistas, como é bom de ver… A tal sociedade civil, ainda em construção, tem “pessoas com responsabilidade”. Extrapolar disso uma notícia para tentar inferir interferências na investigação e no processo é grave e é desvirtuar o que ali é escrito, que acima de tudo, refere-se à mentalidade e às muitas pessoas ainda em cima do muro.
    Agradeço que publique.

  6. ROS LOPI

    Tudo o que está no texto em cima é a mais profunda verdade. Muita gente que se envolve na lavagem do dinheiro, mas como não o fazem directamente, aproveitam sem nenhum pudor. Temos empresa em Cabo Verde que só sabe dar, dar e dar mais e a reguladora nem ninguém diz nada.
    Por detrás desse dar há a corrupção.

  7. Zepoj

    Para quem conhece a realidade cabo-verdiana, estas revelações do ex-Diretor da PJ não trazem nada de novo. Todos nós sabemos que os narcotraficantes são amigos dos políticos. Aliás, o próprio Primeiro-ministro teria dito por altura de uma campanha eleitoral que tinha informações de que o narcotráfico estaria a financiar campanhas/partidos. Se fosse num país onde a justiça funcionasse, teria sido pelo menos aberto um inquérito, mas como estamos em Cabo Verde, não se fez rigorosamente nada. Os cabo-verdianos têm que abrir os olhos e entender que a prioridade dos políticos (PAICV +MPD + UCID) é e será sempre o poder, pelo poder… e se para isso tiverem que fazer acordos com o Diabo, não se importam minimamente das consequências, pois, quem irá pagar a fatura é o zé-povinho.

  8. Laura

    Evaldo Santos assino em baixo concordo 100% com tudo que diz. Muitos ficaram com a sensação que muito ficou por dizer sobre este caso… e que muitos conseguiram se safar. È este tipo de gente sem moral, sem etica , sem escrúpulos que comanda muitos sectores deste país .Parabéns ao Noticias do Norte pela coragem de trazer este tema ao debate publico.

  9. Silvério Marques

    Pergunto a toda a gente. VENDER DIVISAS NA RUA NÃO É LAVAGEM DE CAPITAIS ?
    Na cidade da Praia mesmo ao lado ou muito perto do Banco de Cabo Verde há dezenas e homens e mulheres que andam a vender divisas ás claras e sem preocupação de esconder.
    No que diz respeito á Lancha Voadora muita coisa faltou por dizer. Houve sim muito preconceito em relação a certas pessoas. Muita gente saiu bem na fotografia, por havia cordeiros que deviam ser imolados em nome daquilo que há muito não existe em cabo Verde, A TRANSPARÊNCIA. Espero que um dia este processo vai ser reaberto, principalmente se um certo partido perder as eleições.

  10. roxana a fofa

    Esta com remozo de conciencia e quer repartirla entre todos para aliviar seu carga ??!!
    Sem palmadinhas os CV de a pe’ ,perguntarom como e’ q Verissimo fico PCA/BVC ??
    Quem nomeo a el? Por ai comença a CORRUPÇÂO !!!!!!!! Curiosamente o segondo na BVC foi o filho de JMN !!!!!!!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.