Onésimo Silveira: “As ilhas estão assim porque estão a engordar a ilha de Santiago”

21/01/2016 07:53 - Modificado em 21/01/2016 07:53

onesimo silveira 2Regionalização é a palavra do momento, sendo debatida, esmiuçada, criticada, referenciada, mas ainda sem nenhum consenso ou deliberação final sobre como será implantada. Será um modelo de regionalização ilha, como defendem alguns ou regionalização segundo regiões e, no caso particular, Norte e Sul?

Há alguns anos que a Associação Grupo de Reflexão para a Regionalização tem vindo a trazer para o debate público a questão da regionalização do País, tendo o MpD assumido a responsabilidade de regionalizar o País em caso de ser eleito Governo.

Antes de mais, regionalizar significa dividir em regiões, de acordo com as semelhanças ou características que determinados lugares apresentam em comum.

E como não é só a localização geográfica que influencia essa forma de organização do espaço, os mais diferentes critérios são levados em consideração para o estabelecimento dessas áreas afins, sejam eles económicos, políticos, sociais, históricos, culturais ou outros.

Independentemente de como será efectuado, o NN resolveu ouvir a voz dos que serão os maiores beneficiados ou prejudicados sobre este assunto, as populações, e saber se concordam ou não com a afirmação de Onésimo Silveira que “as ilhas estão assim porque estão a engordar a ilha de Santiago”.

Toda a conversa sobre o assunto iniciou logo com o dedo “espetado” à ilha de Santiago. “Tudo que seja bom para as ilhas e para derrubar este sistema centralizado que o Governo impôs na ilha de Santiago é bem-vindo”, adianta Gerson que afirma ainda que o MPD quer apenas conquistar votos na ilha de São Vicente e o mesmo admite que o Governo não tem feito muita coisa para São Vicente, o que o deixa extremamente dependente da capital.

Questiona ainda sobre o programa, se existe e porque é que ainda não foi apresentado. “Os Regionalistas de São Vicente não pediram nem o programa, nem o projecto e nem o orçamento sobre a Regionalização”, esclarece e questiona ainda sobre o tipo de regionalização, a sua efectivação e o custo.

Para Leidilaura, o Governo deve ver o todo. “O Governo pensa que Cabo Verde é a Praia, mas não é por ser capital que todo o investimento deve ser feito lá. As outras ilhas não são adereços de Santiago, por isso, levantem a cabeça e encarem o País como um todo e não apenas uma ilha situada no Sotavento”.

Avelino, de Santo Antão, também pensa da mesma forma e acredita que se o processo de regionalização for bem feito irá beneficiar a todos e trazer desenvolvimento para todas as ilhas e não apenas para Santiago. “A minha ilha, que é o Santo Antão, tem falta de melhorar a saúde, a educação, o apoio aos jovens, enfim, isso é uma falta de respeito, nem parece que é um país democrático”, conclui.

Entretanto, Vanine afirma que não concorda e realça que todas as ilhas merecem “desenvolver-se e engordar”, inclusive a de Santiago. “E em vez de estarmos a criticar Santiago e o seu desenvolvimento, deveríamos era “djunta mon” e dar o nosso contributo para o desenvolvimento da nossa ilha. Já chegou o momento de pararmos de reclamar e tomarmos atitudes que contribuam para o desenvolvimento das ilhas. O povo tem poder (desde que queira), atitudes, projectos e soluções precisam-se e somos capazes”.

Cabo Verde precisa é de um modelo de governação que seja benéfico para todas as ilhas, inclusive a de Santiago, porque “precisamos que todas as ilhas sejam fortes”, frisa a estudante universitária.

Dependendo de como será feita, a regionalização poderá ser positiva para os cabo-verdianos. E o encaminhando para a regionalização poderá ser descrito como o começo, o lançamento das pedras base para a unificação política, económica e cultural de Cabo Verde. E talvez a “briga” entre São Vicente e Santiago, considerados por muitos como os pólos centrais de Cabo Verde, venha a amenizar.

  1. caluda

    Regionalismo com bairrismo entre São Vicente e Santiago não queremos foi metido na cabeça dos são-vicentinos pelos colonialistas fascistas portugueses e ainda andam com a manias de que são os melhores filhos de caba verde e nem defendo a ilha de Santiago que também lê pela mesma cartilha Onésimo já tinha calado mas porque não te cacas e a mosca do teu bairrismo não lhe entra na boca?

  2. Bento Silva Santos

    A metáfora usada por este Senhor não soa muito bem porque poderá gerar um certo mal estar à maioria do povo destas ilhas. Esta crítica se me afigura à um diálogo de alguém que quer dividir para poder governar. Não é por esta via, meus Senhores, que vamos implementar a regionalização em Cabo Verde! Temos que acautelar para que tudo aconteça sem crispação e sem aquele cheirinho de uma “briga” constante entre Santiago e São Vicente. A finalizar queria dizer que todas as ilhas merecem ” desenvolver-se e engordar” e, acabar de vez com certos pensamentos e atitudes paternalistas que nada contribuem para o desenvolvimento das nossas ilhas.

  3. Nita Fortes

    Gostaria que a Vanine me dissesse como é que as ilhas afectadas (as que so têm 9% de subsidio) podem desenvolver-se.
    Saco vazio não se põe de pé. A menos que essa estudante tenha encontrado um esquema.

  4. Aniger Lima

    Não concordo em nada com a estudante universitária Vanine, pela maneira como fala parece que o povo das outras restantes 8 ilhas habitadas não faz nada pela sua ilha. Tudo o que é arrecado nas ilhas, em particular São Vicente, tem como destino a Capital de Cabo Verde como disse e muito bem a jovem Leidilaura, o governo pensa que Cabo Verde é Praia.

  5. Manuel M. Fernandes

    Sinceramente! Sendo o NN um jornal que leio com frequência, fico triste pela forma enviesada como abordou essa questão, que é hoje estruturante para o futuro da nossa vivência colectiva.

  6. Leao do Norte

    Repíblica da Praia e ás Colónias, seria um bom título de uma capa de jornal, revista ou de um livro. Se é que me entendem … kkkkkkkkkkkk. Meus caros o meu voto jamais será dado a partido nenhummmmmmmm…

  7. Adilson

    ainda bem que estas quase a morrer homem, assim vais junto com a suas ideias de dividir para reinar

  8. Augusto Galina

    Ao Leão do Norte:

    Se não vota em partido nenhum porque não tem politica que lhe agrada, o melhor que tem a fazer é VOTAR em BEANCO.
    Ê a melhor forma de mostrar aos incompetentes que existe e que discorda. Pense nisso.

  9. D. Semedo

    A Vanine é cabeça oca, papagaio ou pau mandado.
    O descontentamento é porque a Praia come tudo e
    as ilhas ficam lendo os jornais e anotando os % ‘s.

  10. Antonino Robalo

    Na ilha de Santiago trabalha-se. Não temos tempo (tenho em conta a maioria) para ir às farras. Empregamos o nosso dinheirinho na nossa terra. Exportamos mão de obra para trabalhar no Sal, S. Vicente, Boavista porque há falta de alguém que trabalhe nessas ilhas. Para criar riquezas é preciso trabalhar. Não concordo com o bairrismo doentio dos que vivem em S. Vicente, Santo Antão, Sal, S. Nicolau e Boavista. Todos vós sois bem-vindos à Praia, Santiago, terra dos badius e sois bem tratados, damos os melhores empregos aos filhos dessas ilhas, mandamos comida para as vossas ilhas, ouvimos as vossas lamúrias que entram nos nossos ouvidos ou olhos mas logo se desvanecem no tempo ou no espaço porque são coisas que não interessam ao desenvolvimento do nosso Cabo Verde e são considerações, lamentações que já cheiram muito mal. Cada uma das ilhas tem a sua especificidade, área territorial, condições próprias. Não temos culpa de a ilha de Santiago, terra dos badius, ter a maior área, melhores terras férteis, maior população, melhor mercado de trabalho e de trocas comerciais, terra muito procurada pelos homens de negócios de todas as ilhas. Todos os cabo-verdianos são bem-vindos à terra dos badius, ilha de Santiago. Se cada um de vocês empregasse a vossa energia bairrista no trabalho para as nossas ilhas estaríamos muito mais desenvolvidos e gerariam riquezas que poderiam ser empregues na ilha de Santiago. Por enquanto são os santiaguenses, badius, que sustentam as outras ilhas. Já ouviram alguma vez algum filho das vossas ilhas se queixar de maus tratos pelos badius? Não. Porque somos todos cabo-verdianos, tolerantes, cada se preocupa com o seu ganha-pão, procurando meios para viver mais um dia de cada vez.

  11. Antonino Robalo

    Considerando cada ilha um coração, aqui vos envio um poema ilustrando o sentimento de cada badiu.

    O meu coração n.º 1- Ilha de Santiago

    Santiago da minha nascença,
    Ilha de minha crença,
    De minha ciência,
    De minha sprança.
    Ilha de ganância,
    Ilha de estância
    De gentes das ilhas
    E de outras ilhas
    Que, como pilhas,
    Acorrem com grito
    De socorro, de abrigo.
    Tuas montanhas,
    Tuas bolanhas,
    Lugares de alívio,
    De refúgio de fugitivos,
    Desde os tempos idos
    Da escravatura dos teus filhos.
    Eis a ilha pátria,
    A Ilha mátria
    De corações
    Em orações,
    Em convulsões,
    Terra de acolhimento
    De todos os que em ti veem
    Um lugar de abrigo,
    De liberdade e bem estar.
    Mesmo daqueles
    Que te desdenham,
    Que te insultam,
    E que encontram em ti
    Aquela morabeza
    Que só tu sabes dar
    Nas tuas terras
    Pequenas e de grande coração.

    Sinto dentro de mim
    O palpitar das tuas gentes
    Que lutam cada dia,
    Cada instante,
    No campo e nas cidades,
    Na terra, no mar, no além mar,
    Aqui e em cada lado,
    Gritando ou calado,
    Dizendo, somos todos irmãos,
    O vosso prato
    Também está aqui.

    Praia: 26/03/2013, 8:12)
    Antonino Robalo

  12. Lobo sem juízo

    Há políticos neste país que em vez de reflectir, com ponderação, sobre a melhor forma de se encontrar alternativas para o desenvolvimento de Cabo Verde no seu todo, em vez disso, procura lançar conflitos entre uma ilha e outra, com calúnias e bairrismos, que nada têm a ver com regionalização do país. O senhor Onésimo Silveira é um deles. Sempre que se aproxima de eleições em Cabo Verde, sai com as suas tiradas, como se ele fosse mais inteligente de que qualquer outra pessoa nesta terra. Eu não esperava que este senhor nutria tanto ódio para a maior ilha de Cabo Verde, que concentra mais do que metade da população deste país. Ilha onde fica a capital do país e que por conseguinte deve albergar infraestruturas condizentes. Apelo a todos os cabo-verdeanos serenidade na análise desta questão de regionalização do país e nunca deixem embalar pela calúnia e bairrismo de certas pessoas mal intencionadas…

  13. AGoncalves

    O Responsavel de tudo que neste momento acontece nas outras ilhas principalmente em S Vicente tem Um nome o maior TRAIDOR E ASSASSINO DAS ILHAS DE BARLAVENTO E O SENHOR PEDRO PIRES que transferiu de tudo de bom para Capital do pais em nome de desolvimento,os melhores filhos e as melhores empresas de barlavento porque a politica deste senhor foi sempre acabar com S.Vicente e que o filho JOSE MARIA NEVES vem dando continuidade ao precioso trabalho de desintegracao de barlavento, Barlaventinos abrem os olhos nao vos deixem enganar porque construindo na Praia beneficia Cabo Verde, reflitem bem como e possivel 40 atras SVicente era amelhor ilha de CV e que 40 anos depois e apior.
    Eu entendo que devemos ter um Capital do pais ha altura mas sinceramente 99% dos investimentos em Santiago vao ser pagas com todos os bolsos de todos os Caboverdeanos, exemplo se as ilhas do SAL e Da BOA VISTA nao nao tivessem vocacaopor naturesa turisticos imaginem o que seria deles, vejam S.ANTAO, S>NICOLAU com todo o potencial agricula e turistico onde estao? queremos um CABO VERDE livre e com opotunidades iguais sem bairrismo e disse bem o DR ONECIMO SILVEIRA AS OUTRAS ILHAS ESTAO ASSIM PORQUE ESTAO A INGORDAR A ILHA DE SANTIAGO A VERDADE DOI
    CABOVERDEANO DE GEMA

  14. AGoncalves

    O Responsavel de tudo que neste momento acontece nas outras ilhas principalmente em S Vicente tem Um nome o maior TRAIDOR E ASSASSINO DAS ILHAS DE BARLAVENTO E O SENHOR PEDRO PIRES que transferiu de tudo de bom para Capital do pais em nome de desolvimento,os melhores filhos e as melhores empresas de barlavento porque a politica deste senhor foi sempre acabar com S.Vicente e que o filho JOSE MARIA NEVES vem dando continuidade ao precioso trabalho de desintegracao de barlavento, Barlaventinos abrem os olhos nao vos deixem enganar porque construindo na Praia beneficia Cabo Verde, refletem bem como e possivel 40 atras SVicente era amelhor ilha de CV e que 40 anos depois e apior.
    Eu entendo que devemos ter um Capital do pais ha altura mas sinceramente 99% dos investimentos em Santiago vao ser pagas com todos os bolsos de todos os Caboverdeanos, exemplo se as ilhas do SAL e Da BOA VISTA nao nao tivessem vocacaopor naturesa turisticos imaginem o que seria deles, vejam S.ANTAO, S>NICOLAU com todo o potencial agricula e turistico onde estao? queremos um CABO VERDE livre e com opotunidades iguais sem bairrismo e disse bem o DR ONECIMO SILVEIRA AS OUTRAS ILHAS ESTAO ASSIM PORQUE ESTAO A INGORDAR A ILHA DE SANTIAGO A VERDADE DOI
    CABOVERDEANO DE GEMA

  15. AGoncalves

    O Responsavel de tudo que neste momento acontece nas outras ilhas principalmente em S Vicente tem Um nome o maior TRAIDOR E ASSASSINO DAS ILHAS DE BARLAVENTO E O SENHOR PEDRO PIRES que transferiu de tudo de bom para Capital do pais em nome de desolvimento,os melhores filhos e as melhores empresas de barlavento porque a politica deste senhor foi sempre acabar com S.Vicente e que o filho JOSE MARIA NEVES vem dando continuidade ao precioso trabalho de desintegracao de barlavento, Barlaventinos abrem os olhos nao vos deixem enganar porque construindo na Praia beneficia Cabo Verde, refletem bem como e possivel 40 atras SVicente era amelhor ilha de CV e que 40 anos depois e apior.
    Eu entendo que devemos ter um Capital do pais ha altura mas sinceramente 99% dos investimentos em Santiago vao ser pagas com todos os bolsos de todos os Caboverdeanos, exemplo se as ilhas do SAL e Da BOA VISTA nao nao tivessem vocacao por naturesa turisticos imaginem o que seria deles, vejam S.ANTAO, S>NICOLAU com todo o potencial agricula e turistico onde estao? queremos um CABO VERDE livre e com opotunidades iguais sem bairrismo e disse bem o DR ONECIMO SILVEIRA AS OUTRAS ILHAS ESTAO ASSIM PORQUE ESTAO A INGORDAR A ILHA DE SANTIAGO A VERDADE DOI
    CABOVERDEANO DE GEMA

  16. Aldina

    Estou de acordo contigo. Essa Vanine deve ser filha dalgum…..

  17. D. Semedo

    Quero dizer à minha conterrânea Idalina Freire Gonçalves que eu como santiaguense (badio, até) digo que os sampadjudos – de todas as ilhas – não odeiam Santiago. Eles têm toda a rzão de detestar uma meia duzia de energùmenes que se apoderaram do Governo e fazem como se as outras ilhas fossem umas Santas Luzia. Não seja bairrista e pense que CABO VERDE SÃO DEZ ILHAS com as mesmas aspirações: trabalho, segurança e justiça.
    Por enquanto os do Governo dão caviar a uma e farelho às outras. Uma come e as outras… que se caguem. Mas nem bosta jà têm.
    Na minha qualidade de badio não quero que os meus filhos odeiem os das outras ilhas so porque um bando de macacos assim desejam.
    Lamento o que vai no meu Cabo Verde.

  18. Nita Fortes

    Antonino Robalo é zarolho e de mà fé.
    So se pode trabalhar tendo condições. Para comer, progredir e viajar é preciso ter condições minimas que o Governo so dà a Santiago que fica com 81%.
    O santiaguense não é mais trabalhador que o santantonense e o mindelense tem menos manifestações lùdicas que a Praia. Que sorte têm !!! Mas ninguém quer o Zé Maria nem o Màrio Lucio. Podem guardà-los porque um não sabe a divisão e outro so toca violão.
    Nnguém quer ladrão e fanfarrão. Queremos o nosso quinhão.

  19. tony silva

    senhor onesio silveira tem odio de Santiago como capital de cabo verde o mpd quer tentar
    ganhar votos em sao Vicente com a ideia de regionalizar o pais como deixarao os traficante da entrar sen ser controlado nas fronteiras a poderar de cabo verde estragarao os nossos jovens voltarao maiorias delinquents e cacubodista e que hoje em cabo verde andamos na rua
    de sem comfianca uns aus outros o mesmo autoridade com medo de patrulhar de noite na rua
    o mpd trouze somente a desgraca,dr onessio silveira e um caboverdiano traicueiro racist.

  20. tony silva

    se o meu comentario nao foi publlicado e porque cabo verde nao e um pais democra
    livre.

  21. Santos ignorantos. Somos todos Cabo-Verde, mas realmento devemos pensar seriamento no resto das nossas ilhas e claro que sempre houve uma pequena rivalidade entre s vicente e santiago, isso por ciumes com certeza ou por vinganca. Os mindelenses tem manias que sao os melhores, que sejam. Todos sabem que S vicente e a ilha mais divertida e por isso fazem os possiveis para acabarem com ela, mas nao vao conseguir. Teremos sempre a nossa cabeca erguida com muita dignidade. Um fartio abraco para S.Vicente e que o nosso Padroeiro nos de forca e nos guie. Amen

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.