Membros do Conselho Municipal da Juventude insatisfeitos com a CMSV

18/01/2016 08:28 - Modificado em 18/01/2016 08:28

camara mindeloHélder Pio, membro do Conselho Municipal da Juventude (CMJ), assume-se como porta-voz do Conselho e critica a forma como a Câmara Municipal tem lidado com o Conselho, sem apresentar soluções para os jovens da ilha. “O CMJ é o porta-voz dos jovens e das associações de jovens”, mas Pio sente que não tem conseguido alcançar este objectivo devido a alguns aspectos que não têm deixado o CMJ desempenhar as suas funções.

Um dos aspectos críticos tem sido a falta de atenção por parte da CMSV ao próprio CMJ, como explica Pio. A questão é que o Conselho não se tem reunido para definir políticas e planos. E sendo o Vereador da Juventude o responsável pelo Conselho, as culpas recaem sobre a Edilidade. “A Câmara não tem estado presente na vida do Conselho da Juventude”, sublinha Pio.

“Não há apoio para o trabalho com os jovens, os jovens procuram o Conselho mas não temos como ajudar”. Esta afirmação de Hélder Pio prende-se não só com o facto de sentir a ausência da Edilidade na gestão do Conselho, mas também, como afirma, já há muito que tem pedido para dotar o espaço do Conselho, sito no Mercado Municipal, de meios para atender os jovens. A sala não tem um computador e nem outro instrumento de secretaria para realizar o seu trabalho. Este aspecto, para Pio, pode ser um pouco constrangedor já que não se pode fazer muito.

Mas a pergunta que faz é a seguinte: “Qual é a política da CMSV para a juventude?” É que Hélder Pio não consegue vislumbrar a política da Edilidade para a juventude. Afirma que se gasta muito com festas e se esquece da juventude e das suas necessidades.

Este membro do CMJ desde 2008, pede uma maior atenção da Edilidade e espera que o Conselho possa ser activo de forma a ajudar os jovens da ilha de São Vicente.

O assunto foi abordado com o Presidente da CMSV, Augusto Neves, que remeteu o mesmo para o Vereador da Juventude, Nilton Rocha, e este admite os problemas verificados no CMJ e fornece a sua explicação. Nilton Rocha substituiu, no início do mês Setembro, o anterior Vereador da Juventude, Januário da Luz. Esta substituição condicionou alguns aspectos aquando da tomada da pasta e da inteiração do plano de actividades, como a própria realização da assembleia do CMJ. E com o aproximar-se das eleições, não se realizaram actividades com o receio de conotação política. Mas este aspecto vai ser ultrapassado com o Vereador a anunciar para breve a realização da assembleia-geral do CMJ.

Relativamente ao espaço, diz que é um problema de que tem conhecimento mas que também vai ser ultrapassado. E diz que tem disponível um computador para a sede do CMJ.

O financiamento das actividades é o aspecto mais preocupante para Nilton Rocha. “Devo procurar recursos como Vereador mas, neste momento, todas as portas têm sido difíceis”, afirma. E com este problema, já fica mais difícil realizar o plano de actividades. A falta de recursos para a realização das actividades é preocupante, mas avança que estão a bater às portas mais cedo para conseguirem assegurar a realização de todo o plano de actividades.

  1. Nelson Cardoso

    Política e mais nada. melhor, politiquice. nenhum órgão externo municipal funciona. Como poderão participar e agir para juventude se a CMSV, O presidente e Vereador de Cultura e desporto substituem o conselho? Aliás, o que faz o Pelouro da Juventude sozinho se os vereadores são profissionalizados a meio tempo? Porque dar-lhes visibilidade se não são do MPD? Já é tarde UCID, deviam reivindicar e reclamar, como também corrigir práticas camarárias há mais tempo. Agora é campanha. O Presidente manda-vos ter com o Vereador (porque é da UCID e não MPD) porque estamos na Pré-campanha e durante as sessões quase que não deixa os vereadores pronunciarem. Ele é a Câmara e ponto final. esta é a verdade e quem assiste as sessões da Assembleia Municipal sabe que estou a dizer a verdade.

  2. ulisses

    Que novidade. toda gente sabe que esta câmara é fraca. não faz nada e esconde atrás do governo. Como se as outras câmaras, maioria do mpd, andam a espera do governo. viva ulisses o autarca que consegue fazer mesmo sem o apoio do governo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.