Invisuais agradecem o projecto “Piso Táctil em Cabo Verde”

29/12/2015 09:15 - Modificado em 29/12/2015 09:15
| Comentários fechados em Invisuais agradecem o projecto “Piso Táctil em Cabo Verde”

O “Piso Táctil em Cabo Verde” é um projecto levado a cabo pela ADECO e quem agradece sãos os invisuais que se arriscam a andar nas ruas sem um pavimento adequado e que nem conseguem identificar uma passadeira.

Crisanto Santos é invisual e estudante do Curso de Serviços Sociais e recebe a notícia da implementação do piso táctil em Cabo Verde com muita satisfação. “É muito importante este projecto visto que, às vezes, somos esquecidos pelas autoridades”. Crisanto esclarece ainda que se deve despir da cor política a favor dos invisuais, pois, sempre que puder irá ajudar nessa luta, independentemente de ser acusado de estar associado a alguma cor política e justifica que tudo em Cabo Verde se associa à política.

Nana, músico mindelense também invisual, por sua vez vê o projecto como um sinal de desenvolvimento do País, visto que “somos uma terra de turistas e bonita de se ver, mas também há turistas invisuais que gostariam de sentir a beleza da nossa terra, porque não conseguem ver”.

O Presidente da ADECO, António Silva, assegura que “com esta campanha, pretendemos facilitar a mobilidade, autonomia, segurança das pessoas invisuais e promover a competitividade do País no sector do turismo inclusivo, de qualidade e na diversidade”. Ainda António Silva acrescenta que inicialmente serão divulgadas informações, com o intuito de sensibilizar as autoridades competentes a respeitarem os direitos dos cidadãos invisuais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.