2015 A Figura / Sara Lopes: Dormir com a culpa

28/12/2015 07:34 - Modificado em 28/12/2015 07:34

Sara lopesNum país onde ninguém assume as responsabilidades, onde a responsabilidade é sempre dos outros, onde os políticos nunca são responsabilizados, onde a culpa morre sempre solteira, não se estava à espera que a Ministra Sara Lopes assumisse as responsabilidades políticas pela morte de quinze pessoas resultante do naufrágio do Navio Vicente.

Mesmo perante as conclusões das comissões de inquérito e dos diversos relatórios. Ninguém é culpado; nem a Ministra, nem o Primeiro-ministro, nem o regulador, nem o armador, nem a Polícia Marítima: ninguém!!! Não sabemos o que é pior: a repugnante cobardia de todos os envolvidos em assumir as suas responsabilidades ou a inércia das intuições que deveriam agir em vez de se demitirem de fazer justiça. E era importante que isso acontecesse, pois, neste caso, haveria que escolher entre manter tudo na mesma, onde a responsabilidade é sempre dos outros, onde os políticos nunca são responsabilizados, onde a culpa morre sempre solteira ou colocar um fim à impunidade dos titulares de cargos públicos. Optou-se por deixar tudo na mesma, como sempre. E a Ministra foi-se “doutorar”.

Em pouco tempo o esquecimento cairá sobre este caso. As famílias dos mortos já não terão lágrimas, porque já choraram todas as lágrimas pelos seus; já terão passado a fome que passaram e o pão que o diabo amassou terá sido digerido e a Ministra estará doutorada e quiçá noutro cargo público. Mas fica o registo da pouca vergonha na certeza que o esquecimento não iliba a culpa. Embora os visados consigam dormir com a culpa.

  1. CV na retaguarda

    E ainda ganha “bolsa de estudo” para o exterior, com tantos jovens a tentar estudar ….. amealhou o que conseguiu no governo, aproveitou-se da sua posição politica para abrir portas e na primeira oportunidade caiu fora. Triste este cv

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.