Alexandre Novais : ” parem de nos martelar com a ideia  de que fazendo na Praia  está-se a beneficiar todo o país”

18/12/2015 07:49 - Modificado em 18/12/2015 08:25

alexandre novaisO Deputado Nacional do PAICV pelo círculo eleitoral de São Vicente utilizou as redes sociais para criticar a  anunciada construção da Cidade Desportiva pelo Primeiro-ministro José Maria Neves, nas vésperas das eleições legislativas de 2016.

Alexandre Novais é o único Deputado do PAICV a pronunciar-se sobre o projecto da Cidade Desportiva e questiona o Director Geral Gerson Melo quando este diz que o que se está a pensar para a Praia já existe em São Vicente.

Apela para que se pare de “nos martelar com o facto de que fazendo na Praia e tão-somente na Praia está-se a beneficiar todo o país. Está-se sim a desconstruir este país arquipelágico, plural e multicultural que é Cabo Verde”.

Alexandre Novais defende a mesma lógica de muitos mindelenses, que o Governo deve investir em todas as ilhas e não apenas centralizar.

Em reacção à entrevista com Gerson Melo sobre a Cidade Desportiva, Novais defende que ao invés de gastar um “balúrdio” num só local, numa Cidade Desportiva para a Praia, seria melhor se se investisse idealmente em três/quatro Pólos Desportivos Regionais com normas internacionais, construindo-se um em cada Região do País (Mindelo, Espargos, Praia e São Filipe) ou, pelo menos, “um na Região Norte e outro na Região Sul” de forma a concentrar o investimento unicamente em infra-estruturas Desportivas. “Que essas sim, estando junto/perto das populações e de todos os cidadãos, servirão o Desporto Nacional porque servirão todos os atletas deste País”.

Novais vê este investimento como servil da ilha de Santiago, possivelmente também da Região Sul do País e não do Desporto Nacional como querem deixar parecer. Isto porque, conforme explica, com os custos dos transportes, as dificuldades próprias a esses mesmos transportes e todos os outros custos associados, dizer que atletas de todo o País irão beneficiar efectivamente dessa infra-estrutura é um desrespeito à “nossa inteligência”.

Não esquecendo ainda a parte da manutenção, este Deputado do PAICV do círculo eleitoral de São Vicente, afirma que a gestão destas infra-estruturas irá ser por si só um desafio na qual necessariamente a planificação tem de ser pensada antes e não depois de construídas.

“Já temos problemas de manutenção do actual Estádio Nacional, imaginem uma Cidade Desportiva”, frisou.

Novais acredita que os Pólos Desportivos Regionais de dimensão menor e melhor adaptados à realidade nacional e que deveriam ser co-geridos pelo Governo e as Câmaras Municipais, satisfazem indiscutivelmente melhor as necessidades e as expectativas dos cidadãos cabo-verdianos.

“Haja discernimento, haja comprometimento com o esforço que todos os dias e por todo este País, atletas de todas as idades e de todos os cantos dedicam a elevar bem alto o nome de Cabo Verde. E a Região Norte, neste quesito, está longe de ficar para trás”, conclui assim no post.

  1. AryCoimbra

    Exactamente, caro compatriota o PAICV e o governo pensam que os Caboverdianos são uns totais idiotas, cegos e surdos. O que se passa em CV é que ninguém reclama está tudo acomodado ou quem reclama é sempre vitima de contra-ataques levianos no sentido de o fazer calar o mais rapidamente possível, é por isso e por outra que não que querem um CV alfabetizado, com elevado numero de licenciados para poderem mandar e desgovernar sem encontrar oposição. Em São Vicente não admitimos isso e vamos lutar até ao fim para ver um CV regionalizado e de igual oportunidade entre as ilhas.

  2. AryCoimbra

    E a propósito, a RTC é um canal de televisão altamente partidarizado, onde os pequenos partidos não tem lugar nem voz e imagem. CV desde 1975 tem vindo a viver de uma imagem pouca verdadeira que nos últimos 15 anos acabou por revelar-se perigoso para a sustentabilidade de CV como pais democrático e de liberdade de expressão, onde a custa de umas ilhas uma única ilha tem vindo concentrar todos os investimentos e o pior é que isto nem se quer representa o desenvolvimento desta ilha, revelando as politicas falhadas dos últimos 15 anos essencialmente. A ilha da Boavista com um potencial enorme de crescimento tem estado as moscas no que diz respeito ao investimento publico, sal, maio…idem idem aspas aspas…. Vamos mudar CV custa o que custar. Independência tem de chegar a todas as ilhas de CV

  3. nolito pinheiro musi

    muito bem meu amigo xazé–….muito bem dito e explicado…..fico muito feliz quando quando fazes estes tipo de analises independentemente da cor politica ,pensando no cabo verde como um todo…força meu amigo confiamos emti , filhos de s. vicente. eu em particular ….que sejas sempre assim , não deixe intimidar e digas sempre as coisa quando tiverem que ser ditas,,,abraços seu amigo nolito ..mindelo…

  4. Oh Paulo Jorge, seu atrasado. Assim é que se faz política? O Xazé? Ou assim é que se mama na política. O Xazé não passa de mais um dos mamadores da Praça Nova que se aliou ao PAICV, mamou e agora sai. Não vai ser mais deputado por São Vicente, foi posto fora da lista para a próxima vez. Comprou???? um terreno do estado junto da Laginha por uma ninharia graças aos laços comestíveis com o PAICV. Sabes quem foi o Xazé na sua juventude na Praça Nova e até ficar careca? Esse discurso dele é de dor de cotovelo por ter sido posto fora da próxima corrida. Mas antes disso ele tratou de amealhar e bem colado ao PAICV. Por isso é que o Gerson, também menino da Praça Nova agora cola ao PAICV. Os dois são todos filhos e de famílias de gente que nunca gramaram e não gramam até hoje o PAICV. Todos descendentes dos célebres Catchorr de Dós Pê de Mindelo, eternamente ao lado dos portugas, do capital e contra o PAIGC/CV. Por isso Gerson, faça o mesmo cola ao PAICV e mama bem mamado esse povo burro de Mindelo e de Soncente. Dá-lhes mais Carnaval e Carnival Gerson e Xazé e vão mamando rapidamente, coletem o dinheirinho antes que a vaca tussa ou morra. Estúpidos Mindelenses.

  5. Cruz

    De facto devemos ultrapassar essas questões de cor política e pensar CABO VERDE. Se é verdade que algo construido numa ilha do nosso arquipélago servira o pais, não é menos verdade que se deve pensar em descentralizar a fim de permitir um desenvolvimento mais equilibrado e justo. Concordo com a opinião de Alexandre Novais e aqui não se trata de bairrismo algum. Somos ilhas e sabemos das dificuldades e os custos para se deslocar entre as ilhas. Em nome de mais unidade, coesão e desenvolvimento harmonioso é necessário repensar e pensar os investimentos em Cabo Verde, para que o pais continua a ganhar, a ser referencia no nosso continente e não só.

  6. Francisco andrade

    É mais um motivo para que haja regionalização em Cabo Verde. cada ilha uma região autônoma para gerir e construir instituições desportivas,administrativas etc. Mas o 1 º ministro é contra… E penso que a razão de ele ser contra a regionalização, é porque os impostos( dinheiro do povo) será canalizado na ilha de santiago

  7. Julio Goto

    … no meu entender ele ja nao esta na lista dos concorrentes para a proxima legislatura.
    Na recta final o Alexandro tornouxe tao corajoszo,fujiu das regras do partido .Resumindo e concluindo ele nao tem nada a perder ofereceu a sua COSTA para levar as CHICOTADAS do partido anti democratico que detesta a critica e autocritica defendida por Cabral.
    Numa entervista na RTC ele afirmou que o Governo tinha uma visao para a ilha de Sao Vicente ,o Campus Uni… qualquer cosa ,fujiu da ilha para a Rep. de Saotiago, sem ele abrir a boca,o Porto de Aguas Profunda morreu afogado no Porto Grande de S.V. enquanto ele o Alexandre , Filomena etc…estiveram asilados na Badiulandia. De volta para casa Mindelo deixo-se de ser CEGO com visao e passou a ter visao cego.
    Que se lixe com a disciplina partidaria ! Espero que ele tenha concelhos a dar aos Cegos com Visao.

  8. D. Semedo

    Aplaudo o Deputado Novais mas lamento que não tenha acordado mais cedo. (Mas não é o ùnico…).
    Os deputados (nomeados) aplaudiram tudo quando fazia o partido ùnico que, devagar, devagar, foi (continua) eliminando S.Vicente e as outras ilhas para criarem a capital da Repùblica de Santiago. Não posso ser catalogado de bairrista porque sou nativo de Santiago e afirmo ser CABOVERDEANO antes de mais nada. E, por isso, contra as injustiças e a ditadura contra as “colonias da Praia”.

  9. Augusto Galina

    Gerson é um parasita colado à quem lhe sustenta e instrui. Ele não descobriu o lema “fazendo na Praia està-se a fazer em S.Vicente”. Isso é o que lhe ensinaram e ele repete como um papagaio. O que tem no tamanho tem a menos no miolo e é por isso que ali està para repetir

  10. Rafael Vitoria

    Gostei muito Novais.
    Deputado do PAICV mas comportamento de carneiro não, nunca aprovar aquilo que é so para fazer prazer ao seu partido, Cabo Verde em primeiro lugar porque foste eleito pelo o povo.
    Parabéns, assim que se deve reagir um bom politico.
    Força.

  11. Silvério Marques

    Um deputado da situação, do PAICV, com 15 anos de poder, ao fazer todas estas críticas revela-nos que não tyem audiência junto do Governo que ele apoia. No Parlamento este senhor defende toda a política levada a cabo nestes últimos 15 anos. Será que ele ficou fora da lista que irá concorrer pelo PAICV em S. Vicente nas próximas eleições ? Ou então é campanha e depois de eleito fica calado mais 5 anos. Vai haver censura ?

  12. Djê Guebara

    Independizamos del gobierno colonial portugues, para ser colonizado por el gobierno colonial da Praia. Basta ya de los manda mas que es solamente para Praia y nada para los restante de las otras islas porque Cabo Verde no es solamente Praia, Cabo Verde son las diez islas. Viva Cabo Verde abajo a la regionalizacion.

  13. Augusto Lopes

    Este sim é deputado.

  14. D.Semedo

    Pois, um Deputado, mesmo indigitado por um facção politica, tem a obrigação de defender o seu circulo em particular mesmo em detrimento do partido que se lembrou dele. Infelizmente, na nossa terra, a apologia partidària passa antes de tudo o que deprecia o eleito e acaba por desqualificar o respectivo partido.

  15. carlos Manuel Gomes

    cv precisa de deputados com tu e isso vai parar pk ess homem k diz -se primeiro ministro esta cada vez mais destruindo esse nosso PAIS TENTANDO FAZER DOS ELEITORES gatos e sapatos—E bom k ele tenha mt atenção pk esse mesmo homem nos fez abrir os olhos—- meus c
    omprimentos

  16. Atento

    Só gora……… báaaaaaaaaaaaaaaaaa.
    Gora cosa te crocá ele te bem dze assim… PAICV na poder já quase 15 anos..e só gora quel descubri isso..hummmmmm

  17. Fonseca

    Com todo o respeito pela proposta interessante de Cidade Desportiva, apresentada pelo querido DG do Desporto, o Deputado Alexandre Novais – Xazé, está bastante acertado na sua reflexão. Se a ideia é criar vida social e económica no entorno do Estádio Nacional através da promoção de investimento privado, está tudo bem. Só fazer o ordenamento da zona, entrega-la à uma Sociedade de Desenvolvimento para esta agregar valor, a partir de um plano de aldeamento (a Cidade). Agora as infraestruturas devem ser financiadas com o produto da comercialização dos grandes lotes para receberem investimentos privados. O mesmo pode ser para a Cidade Cultural em São Vicente, ou para uma Cidade Turística no Sal (que já existe). Agora, temos que estar cientes de que cada projeto beneficiará a ilha de acolhimento e sua população e visitantes, na maioria estrangeiros e emigrantes, exceção à regra entre os habitantes de Santo Antão e de São Vicente que fazem um único mercado, com um fluxo diário e regular de pessoas (residentes e visitantes) e de mercadorias num e noutro sentido, com rapidez e a custo reduzido (fator distância). Já acompanhei a bordo de um dos Ferries varias professores que vivem em Mindelo e partem todos dias à Santo Antão para ministrar aulas e voltam a noite. Também estudantes trabalhadores que dão o seu dia em Porto Novo (ou Paúl), vem a tarde a Mindelo para assistir aulas numa escola superior e voltam de manhã cedo ao seu domicílio e labuta. As infraestruturas duma e doutra ilha servem as duas comunidades. Só ver numa final do campeonato nacional de futebol em Porto Novo entre uma equipa de São Vicente e outra da Ilha das Montanhas, quanta gente leva da ilha do Monte Cara, ou vice-versa. Uma inauguração de estrada de penetração, em Santo Antão, … O fator diferenciador é a distância entre as duas cidades e ilhas, inferior à entre Praia e Assomada, por exemplo, dentro de uma mesma ilha. Agora, dá-me tristeza ver um Centro de Estágio construído com muita expectativa para receber os estágio da Nossa Seleção nunca, mas nunca ter recebido uma pisada de pitão de um “Tubarão Azul”. Porque será! Devemos sim proporcionar os meios às pessoas … Yes, we can do it!

  18. Acho que o Atento tem a razao de desconfiar do Deputado Alexandre Novais,porque ja e muito tarde para vir com este tipo de comentar.Tudo ja esta na Praia.

  19. Joao Alves

    Sr Deputado a liberdade de expressao e uma riqueza de democracia eventualmente em construcao como a nossa, agora fico triste e chatiado com certos deputados, 5 anos no parlamento com os instrumentos que tem aos seus alcances nao conseguem apresentar de forma independente uma ” iniciativa como sujeito” vem na vespera das eleicoes com Norte e Sul.

  20. bitu alves

    enfim ja parce um deputado pa defende cabo verde nomeadamente as restantes ilhas pa es tcha de pensa que so praia que cabo verde.Agora um ca sabe manera que bo tita ba fca ma bo partido que cem por cento praia

  21. Nita Fortes

    Fonseca,
    So o oportunismo e o bairrismo não querem saber da fraternidade existente entre os Santos Antão e Vicente, que são complementares, quase gémeos. Procuram dividi-los para reinar para isso so serve para criar a falta de respeito a quem conta mentiras, aos que não querem compreender a tàbua de divisão. Mas isso não vai durar todo o tempo. Lincoln disse isso hà muito tempo mas, com teimosos é uma eterna guerra.

  22. roxana

    Esto não e’ CORAGEMs ,esto e’ RAIVA por ficar fora do Pacote ” TODOS meos AMIGOS INCLUIDOS “!!!!!!!!!1

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.