Lívio Lopes “não fui nomeado para regular partidos políticos”

17/12/2015 07:33 - Modificado em 17/12/2015 07:33

Livio LopesNa tomada de posse como novo Presidente do Conselho de Administração da ARE, Lívio Lopes deixou claro as suas capacidades de fazer andar todo o trabalho da agência. E, mesmo contestado sobre a sua nomeação pelo MpD e pela UCID, diz que não se sente constrangido por ocupar a posição tendo em conta o seu passado político.

“Os políticos não podem ser retirados da arena da governação e administração do País por terem um passado político. É um absurdo”, afirmou Lívio Lopes.

Defende que o Conselho de Administração apontado pelo Governo “não foi nomeado para regular partidos políticos, mas foi nomeado para regular o mercado sob a sua tutela, como o sector da água, energia, combustível, transporte público”.

O novo PCA da ARE acredita na sua pessoa e no respeito que tem angariado ao longo dos tempos para desempenhar da melhor forma as suas funções.

  1. Giordano

    Pois é.
    Mas necessitavam colocar os 3 membros e militantes do PAICV?
    Porquê duas mulheres de Assomada? E as outras regiões?. Coincidência né?

  2. Gustavo

    Até poderia ir para a TACV. Curriculum têm de sobra. PAIGC/PAICV.

  3. adeco

    As agências reguladoras precisam ser quotizados igual que a da comunicação, tribunal constitucional ,e.t.c Afinal se fosse quotizados o parlamento teria uma palavra a dizer.

    Senão tudo ficará partidirizado. Agora os nomeados vão escolher para diretores os fazedores das suas campanhas, para poderem preencher o curriculum. O que não dão em perfil profissional, complementam-no com votos no dia 20 de Março de 2016.

    Presidente da República assiste tudo isso de camarote (em viagens).

  4. Felismino

    Noticias de Norte precisa de mais informações para divulgar.
    António Pereira Neves e José Brito, foram nomeados para Administradores não Executivos (basta fazerem caminhadas ou jornadas em carro e passarem por qualquer agência ou sede) na Caixa Económica de Cabo Verde. Mas também recebem pouquinho só 151.000 líquidos em cima da cereja reforma polémica, sem sequer terem colocado 15 aninhos no trabalho de verdade em Cabo Verde.

    Ah é verdade, perfil? Oh pa dia 20 de Março de 2016. Faça campanha, dê esmola ao partido e vota no PAICV.

  5. Gastão Elias

    Se o MpD ganhar as eleições espero que este Conselho de Administração peça demissão. As eleições são a 20 de Abril. Faz sentido este Governo fazer nomeações ? A nomeação não é ilegal, mas a maior parte do mandato será a trabalhar com um outro governo, que decerto gostaria de escolher os seus colaboradores. Se for demitido irá pedir uma grossa indemnização.

  6. roxana

    Pior fue NOMEADO por um PARTIDO POLITICO NO GOV ,,QUANDO DEVIA TER SIDO CARGO GANHO por CONCURSO ,pero este JAMAIS bo tinha GANHO ,so chegou por CUNHA e esso e’ CPRRUPÇAO ,coissa q neste pais não chega aos TRIBUNAIS e bosses APROVIETAM a FRACA JUSTIÇA . Q ASCO de “maniobra “!!!!!!!!!,

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.