Humberto Mota: “mesmo que seja o Estado, este não pode cometer actos ilícitos”

10/12/2015 07:56 - Modificado em 10/12/2015 07:56

Humberto Mota, porta-voz dos trabalhadores das Alfândegas de São Vicente, critica o Governo de Cabo Verde, uma vez que “está a decorrer um concurso com as categorias previstas no estatuto que ainda não está aprovado, logo, estamos perante uma ilegalidade. Neste sentido, apresentámos uma queixa no Tribunal para a impugnação do concurso e estamos à espera de resposta, porque 15 técnicos já foram contratados com base nesse estatuto e há outros quinze a concorrer”. Acrescenta ainda que, mesmo que seja o Estado, este não pode cometer actos ilícitos.

O foco das reivindicações não é a questão dos salários, mas sim da carreira, visto que os funcionários aduaneiros reclamam por um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que lhes garanta promoções e progressões nas carreiras e contestam a proposta apresentada pelo Governo sobre essa matéria, refere Humberto Mota. O mesmo avalia positivamente o terceiro dia da greve apesar da requisição civil interposta pelo Governo no que respeita aos serviços mínimos pelo que vinte e dois dos 42 funcionários da Alfândega do Mindelo foram chamados.

  1. CidadaoCV

    Correcção: O Estado não pode cometer NENHUM ilícito. O Estado tem o dever de garantir o cumprimento da legalidade. Deve ser o guardião da legalidade, da transparência, e da igualdade. Uma Estado que não faz isto é um Estado corrupto. Nesta matéria não há meio termo.

  2. Boss

    Olha para este sr. Ainda há dias fui a alfandega do Mindelo levantar um pertence com simplesmente roupas e comidas. Este individuo fez-me pagar 5.500$00. Que lata tem ele de vir aqui pedir aumento se já o dele ta garantido com as mafias que ele faz quando fiscaliza as gargas.

  3. jose lui ucid

    ba espia traboi de homem bo larga esse vida de parasitismo da mon, bo é quem pa da liçon ao estado?

  4. roxana aguilera

    ….estava um concurso em andamento para CA/HBS com 22 candidatos ,quando IMPUNEMENTE a Plaza foi ocupada pela PRIMA de Sandra Vasconcelos ( PCA/HBS) e nem um palabra do fim Concurso aos candidatos … alias qual Concurso ??? O GRAVE e’ como a Minstra Cristina Fontes aceito esta CORRUPÇAO,ate o B.O foi Publicado em cunjunto ambas com vencimentos de 220 000/mes mais as mordomis q nao passan de 20 000 alem de a PCA não ter ESPECIALIDADE em nada ,pois e’ medica Geral e a CA ser LICENCIADA ,(nada denigrante fora de concurso ) A dois dias a MS disse em Santonton sentirse REALIZADA com seu desempenho (? !!!!) Que ela nao da palmadinhas nas costa ,pois e’ responsavel . Cristina a sra e’ CEGA no mundo dos COLOLOS . Um pergunta ,Mestrado no que a Sra Ministra e’? Onde fez ?

  5. Para o Boss

    O Sr. pagou 5.500$00 para o Estado e não para o bolso deste senhor. É só ir na Alfândega e conferir que o dinheiro foi para o Estado. Não devemos inventar maldades. Eu conheço este senhor e sei que ele é muito correcto. Agora vocês não querem pagar nada. Pagou para o Estado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.